Produtor de documentário de Nara Leão, filho de Pedro Bial, de 19 anos, faz basquete e estreia como diretor de clipe musical
Últimas Notícias

Produtor de documentário de Nara Leão, filho de Pedro Bial, de 19 anos, faz basquete e estreia como diretor de clipe musical

portalmixvalegoogle

Filho do jornalista Pedro Bial, José Bial mergulhou na história da avó materna, Nara Leão, durante a realização do documentário sobre a artista (disponível no Globoplay). Atuou como produtor de conteúdo da obra. Mas esse não é o único trabalho do jovem no universo do audiovisual: aos 19 anos, José também fez sua estreia como diretor de clipe.

Batizado de “Pixadão na sul”, a canção é um trabalho do rapper Proença, que está no início de carreira. Sobre o trabalho, José celebrou: “Muito feliz e orgulhoso de fazer parte disso”, comentou ele, em sua página, após divulgar a obra.

Leia mais: Viih Tube prepara festa com ‘vibe pegação’ para 500 pessoas no pré-carnaval: evento vai custar cerca de R$ 1 milhão

Ex-empresária de Cazuza conta como foi a última festa do cantor: ‘Dançou de cadeira de rodas’

Ele também puxou o pai nos esportes. Assim como jornalista, o moço tem talento para o basquete. Ele, por exemplo, foi atleta federado do Botafogo, time que ele defendeu no campeonato estadual em 2019, na categoria sub 17. Apesar de ser discreto nas redes sociais, ele mostra em sua página registros de jogos e dos clubes pelos quais já atuou.

Pedro Bial jogou o mesmo esporte dos 10 aos 22 anos. Chegou até a ser da seleção brasileira juvenil.O jornalista, porém,  abandonou as quadras por conta de um problema no joelho e para se dedicar à comunicação. O tio de José, Alberto Bial, também foi atleta profissional de basquete. Atuou em times como Flamengo e Fluminense.

José é filho de Bial com a diretora editorial Isabel Diegues, filha do cineasta Cacá Diegues e de Nara Leão, eternizada como a Musa da Bossa Nova. “Estou muito feliz e vovó Nara também estaria. Que presentão de aniversário! E olha que não somos muito de presente’, compartilhou ele, referindo-se ao documentário “O canto livre de Nara Leão” e mostrando uma foto da avó.

To Top