Café robusta toca mínima e recua na ICE; açúcar também cai
Agro

Café robusta toca mínima e recua na ICE; açúcar também cai

Café robusta toca mínima e recua na ICE; açúcar também cai

NOVA YORK/LONDRES (Reuters) – Os contratos futuros de café na ICE fecharam em queda acentuada nesta quinta-feira, com os preços do robusta atingindo o menor patamar desde 1º de dezembro, devido a sinais de alívio da oferta.

CAFÉ

* O café robusta para março caiu 45 dólares, ou 2,0%, para 2.237 dólares a tonelada, atingindo uma mínima de um mês e meio de 2.231 dólares no início da sessão.

* Os negociantes citaram rumores de que o café robusta do Vietnã, o maior produtor mundial de robusta, está finalmente indo para armazéns certificados pela ICE, em meio à queda dos prêmios para o café, compensando os altos custos de envio.

* As exportações de café do Vietnã em dezembro aumentaram 57,6% em relação a novembro, embora para 2021 como um todo, as exportações de café do país tenham caído 0,2% em relação ao ano anterior, mostraram os dados.

* O café arábica para março caiu 3,85 centavos de dólar, ou 1,6%, para 2,37 dólares por libra-peso​​.

* Os cafeicultores brasileiros venderam 82% da safra 2021/22 até 10 de janeiro, acima da média de 74% do período, informou a consultoria Safras & Mercado.

AÇÚCAR

* O açúcar bruto para março fechou em queda de 0,25 centavos, ou 1,4%, a 18,09 centavos de dólar por libra-peso.

* A Suedzucker, maior produtora de açúcar da Europa, confirmou um salto de cerca de 90% no lucro operacional do terceiro trimestre, uma vez que os melhores preços do mercado de açúcar impulsionaram os lucros.

* O açúcar branco para março caiu 6,00 dólares, ou 1,2%, para 497,30 dólares a tonelada.

(Reportagem de Marcelo Teixeira e Maytaal Angel)

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI0C11I-BASEIMAGE

To Top