Palmeiras goleia Mauá com facilidade e avança para terceira fase da Copinha
Últimas Notícias

Palmeiras goleia Mauá com facilidade e avança para terceira fase da Copinha

portalmixvalegoogle

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O Palmeiras venceu, com facilidade, o Mauá por 4 a 0 na tarde desta quinta-feira (13), no Distrital do Inamar, e chegou à terceira fase da Copinha. Fabinho, no primeiro tempo, e Garcia, no segundo, anotaram os gols em duas jogadas de bola aérea. Vitinho e Kevin ainda completaram a goleada, que manteve vivo o sonho da inédita conquista do torneio.

Na próxima etapa, o Palmeiras irá encarar o Atlético-GO, que bateu o Água Santa mais cedo por 2 a 1, na Copinha. O confronto deve acontecer neste sábado (15), no Distrital do Inamar, em Diadema.

O time da capital paulista ocupou o campo ofensivo na primeira etapa, contudo permitiu que o Mauá criasse nos primeiros minutos. Apesar de trocar muitos passes e ser superior tecnicamente, o Alviverde também apostou muito em levantar bolas na área do adversário.

Bem fechada, a equipe da grande São Paulo apostou nos contra-ataques e, com o atacante Beijinho, obrigou o goleiro Mateus a trabalhar. O camisa 9 tentou de cabeça aos 5 e puxou o contragolpe aos 36 até chegar na entrada da área, quando Naves se recuperou na jogada e conseguiu travar o chute.

Uma das opções do Palestra foi cobrar os escanteios pela esquerda na primeira trave para Fabinho. Aos 17, o volante parou nas mãos do arqueiro Toribes, contudo ele não desperdiçou a batida de Gabriel Silva aos 30 e se antecipou a zaga para inaugurar o marcador. Antes disso, aos 23, o Verdão havia criado outra grande oportunidade, quando Garcia cruzou para João Pedro, que parou na trave.

BOLA AÉREA

O clube alviverde voltou do vestiário apostando, ainda mais, nas bolas levantadas na área. Kevin, aos 3, bateu da esquerda e a defesa do Mauá cabeceou contra a própria meta, mas o goleiro Toribes salvou. O goleiro voltou a aparecer bem aos 9, salvando o cabeceio de Toribes no contrapé.

No entanto, Garcia conseguiu vencer o guarda-redes aos 14. Em novo cruzamento de Vanderlan, a bola passou por toda área sem ninguém desviar e sobrou para o lateral direito sozinho na segunda trave. Com liberdade, ele bateu forte e correu para o abraço.

Após o tento, o Palmeiras fez mais três alterações, chegando a cinco, mas seguiu com a mesma filosofia de jogo. Giovani cruzou na área aos 29 e a zaga afastou mal, quase anotando contra mais uma vez. O Mauá tentou reagir, mas Juninho mandou para fora a melhor chance do time, aos 32.

Aproveitando o desgaste do Mauá, o Palestra ainda marcou mais duas vezes. Aos 36, Juninho saiu jogando errado para o Mauá e a bola ficou com Giovani, que mandou uma bomba. Toribes fez a defesa parcial, entretanto Vitinho ficou com o rebote para anotar o terceiro.

Já aos 47, no último lance do jogo, Kevin marcou um golaço e deu números finais ao jogo em Diadema. De longe, o jogador acertou um lindo tapa e acertou o ângulo de Toribes, que se esticou todo, porém não conseguiu tocar na bola.

O técnico Paulo Victor ainda sofre com algumas baixas no elenco por conta da covid e, por isso, não pode escalar Endrick, destaque do Palmeiras até aqui no torneio. Por outro lado, teve o retorno de Pedro Bicalho, que após cumprir o isolamento, voltou a ficar disponível para atuar

Os jogadores que entraram em campo são: Mateus; Gustavo Garcia (Lucas Sena), Naves, Lucas Freitas (Ian) e Vanderlan; Fabinho, Luis Guilherme (Vitinho) e Pedro Bicalho (Pedro Lima); Gabriel Silva (Kevin), Giovani e João Pedro (Ruan Santos).

O técnico Betinho, chamado de Betite pelos atletas do Mauá, teve um apoio extra nessa partida. Durante o jogo, o comandante consultou por diversas vezes funcionários e dirigentes do clube que estavam um camarotes do estádio, que ficava logo acima do banco de reservas.

To Top