Ibovespa sobe com bancos e Petrobras e caminha para alta firme na semana
Business

Ibovespa sobe com bancos e Petrobras e caminha para alta firme na semana

portalmixvalegoogle

Por Andre Romani

SÃO PAULO (Reuters) – O principal índice da bolsa brasileira passou a subir sexta-feira, apesar do desempenho sem direção comum dos mercados em Wall Street, que reagem ao início da temporada de resultados trimestrais e à continuação da liquidação das ações de tecnologia.

Bancos e Petrobras davam suporte ao avanço do índice local, enquanto Vale e siderúrgicas estavam do lado oposto.

Às 11:48, o Ibovespa subia 0,43%, a 105.981,30 pontos, o que representaria alta de 3,2% na semana. O volume financeiro era de 6,4 bilhões de reais.

As vendas no varejo no Brasil expandiram 0,6% em novembro na comparação com o mês anterior, impulsionadas pelos números de supermercados, ainda que com impacto mais fraco da Black Friday. A expectativa de analistas em pesquisa da Reuters era de recuo de 0,2%.

O dado vem um dia após o volume de serviços também superar as projeções do mercado, na sequência de uma série de resultados fracos de atividade econômica recentemente.

Em Nova York, os principais índices de ações operavam sem direção clara, com o Nasdaq Composite subindo e o S&P 500 em queda, na esteira da apresentação de resultados mistos por bancos incluindo JPMorgan e Wells Fargo. Papéis de empresas tecnologia estendiam queda da véspera.

Além disso, o mercado digeria o desfecho da reunião entre representantes de auditores fiscais e o Ministro da Economia, Paulo Guedes, na quinta-feira. Membros da categoria deixaram a reunião frustrados com a não apresentação de uma solução sobre o pagamento do bônus de eficiência reivindicado, e falando em acirramento do movimento de protesto.

DESTAQUES

– BR MALLS ON subia 4,1%, após rejeitar proposta de fusão enviada pela rival ALIANSCE SONAE, cujas ações caíam 0,6%. A BR Malls disse que a proposta “subavalia, consideravelmente, o valor econômico justo” da companhia e de seu portfólio de ativos. IGUATEMI UNIT tinha alta de 2,1% e MULTIPLAN ON ganhava 1,5%.

– VALE ON recuava 0,3%, CSN ON cedia 0,6%, enquanto USIMINAS PN avançava 0,2%. Preços do minério de ferro na China caíram.

– PETROBRAS PN subia 0,8% e ON operava em alta de 1%, após estatal informar redução na meta de produção de 2022, para refletir o efeito do resultado da 2ª Rodada de Licitações do Excedente da Cessão Onerosa. Petróleo avançava.

– BANCO DO BRASIL ON subia 2%, SANTANDER BRASIL UNIT avançava 0,5%, BRADESCO PN ganhava 1% e ITAÚ UNIBANCO PN operava estável. O Goldman Sachs elevou as recomendações de Santander Brasil e ITAÚSA a neutra e compra, respectivamente, e tem o Banco do Brasil e o Bradesco como seus preferidos no setor. Além disso, UBS projetou em relatório a divulgação de números operacionais positivos pelos grandes bancos do país para o quarto trimestre.

– MAGAZINE LUIZA ON subia 2,1% e AMERICANAS ON avançava 0,2%, enquanto VIA ON cedia 0,8%, após dado de varejo surpreender positivamente. Entre os supermercados, GPA ON caía 0,5% e CARREFOUR BRASIL ON tinha queda de 1,2%.

– MINERVA ON subia 2,1%, após anunciar que avalia migrar sua base acionária para o exterior. A empresa está inclinada a mudar para a norte-americana Nasdaq, disse à Reuters uma fonte próxima à companhia.

– CYRELA ON caía 1,1%, após divulgar números operacionais do quarto trimestre, com queda nas vendas líquidas e nos lançamentos em comparação anual.

– LOCAWEB ON cedia 3,3%, caminhando para terceira baixa consecutiva.

– CAMIL ON, que não está no Ibovespa, afundava 11,5%, após divulgar balanço financeiro.

(Edição Alberto Alerigi Jr.)

To Top