Asia

Djokovic deixa Austrália após perder recurso de visto no tribunal

portalmixvalegoogle

Por Sudipto Ganguly e Sonali Paul e Loren Elliott

MELBOURNE (Reuters) – O tenista número 1 do mundo Novak Djokovic deixou a Austrália neste domingo depois que um tribunal manteve a decisão de cancelar seu visto, encerrando dias de polêmica sobre as regras de entrada no país em função da Covid-19 e de seu status de não ter se vacinado.

A decisão unânime de três juízes do Tribunal Federal foi um golpe final nas esperanças do sérvio de buscar seu 21º título de Grand Slam, o que seria um recorde, no Aberto da Austrália, que começa oficialmente na segunda-feira.

O tenista dirigiu-se ao aeroporto de Melbourne poucas horas depois. Agentes federais escoltaram ele e seu staff desde o salão até o portão de embarque, de onde ele entrou em um voo da Emirates de Melbourne com destino a Dubai. O voo decolou pouco depois das 23h, no horário local (9h da manhã no horário de Brasília).

Djokovic disse que estava extremamente desapontado porque a decisão significava que ele não poderia participar do torneio.

“Respeito a decisão do tribunal e vou cooperar com as autoridades competentes em relação à minha saída do país”, disse em comunicado, desejando também o melhor para o torneio.

(Reportagem de deLoren Elliott, Sudipto Ganguly, Ian Ransom em Melbourne; John Mair e Renju Jose em Sidney)

To Top