Agro

Trigo avança em Chicago com receios do conflito Rússia-Ucrânia

Trigo avança em Chicago com receios do conflito Rússia-Ucrânia

Os contratos futuros de trigo negociados nos Estados Unidos avançaram nesta segunda-feira em meio a temores de que a Rússia possa invadir a Ucrânia e interromper os embarques de grãos da região, um importante fornecedor global, disseram traders.

Os futuros de milho também se fortaleceram e atingiram uma máxima de sete meses, enquanto os futuros de soja enfraqueceram.

Os traders de grãos mantiveram sua atenção na Rússia porque é o maior exportador de trigo do mundo. A Ucrânia deverá ser o 4º maior exportador do cereal de inverno e o terceiro maior exportador de milho.

Na bolsa de Chicago, o contrato de trigo mais ativo fechou em alta de 20,50 centavos de dólar a 8,0050 dólares o bushel. O vencimento atingiu uma máxima da sessão de 8,0250 dólares, perto de um pico na semana passada, que foi o preço mais alto desde o final de dezembro.

O milho fechou com avanço de 4,75 centavos de dólar a 6,21 dólares o bushel. Próximo da máxima da sessão de 6,2150 dólares, o maior preço desde junho.

A soja encerrou em queda de 11,25 centavos de dólar a 14,03 dólares o bushel, depois de subir na semana passada para sua máxima desde junho.

A melhora do clima nas áreas de cultivo da América do Sul pesou sobre a soja, disseram traders, depois que as preocupações com as condições secas e quentes na Argentina e no Brasil recentemente apoiaram os preços.

(Reportagem adicional de Naveen Thukral em Cingapura)

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI0N12P-BASEIMAGE

To Top