Asia

Ações da China se recuperam de mínimas de 15 meses após pedido de apoio da mídia estatal

Ações da China se recuperam de mínimas de 15 meses após pedido de apoio da mídia estatal

XANGAI (Reuters) – As ações da China fecharam em alta nesta quarta-feira, com as blue-chips recuperando-se de mínima de 15 meses atingida na sessão anterior, depois que a mídia estatal pediu às instituições financeiras e fundos de pensão que ajudem a estabilizar os mercados.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,72%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,66%.

“O recente desempenho fraco no mercado acionário é uma reação exagerada a notícias negativas”, disse em editorial o Securities Daily, que é apoiado pelo Estado.

O Daily acrescentou que as instituições financeiras deveriam assumir a responsabilidade de manter o desenvolvimento contínuo e sustentável do mercado de capitais da China.

O setor de consumo básico subiu 1,1%, o de corretoras teve alta de 1,8% e o de maquinário saltou 2,2%.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,44%, a 27.011 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,19%, a 24.289 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,66%, a 3.455 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,72%, a 4.712 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,41%, a 2.709 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,15%, a 17.674 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,73%, a 3.271 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 2,49%, a 6.961 pontos.

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI0P0G4-BASEIMAGE

To Top