Celebridades

Rússia irá mais longe se meu país sucumbir, diz diretor de cinema ucraniano

Rússia irá mais longe se meu país sucumbir, diz diretor de cinema ucraniano

Por Gabriela Baczynska

KIEV (Reuters) – Um diretor de cinema ucraniano que foi preso pela Rússia depois de se opor à anexação da Crimeia por Moscou em 2014 disse nesta quarta-feira que o presidente russo, Vladimir Putin, causará caos e desestabilização mais a oeste se a Ucrânia cair.

A Rússia prendeu Oleg Sentsov na Crimeia, sua península nativa do Mar Negro, e o sentenciou a 20 anos em uma prisão de segurança máxima por acusações de terrorismo que ele diz ser uma vingança política.

O Ocidente exigiu sua libertação e Sentsov retornou à Ucrânia após uma troca de prisioneiros em 2019, uma das poucas trocas desse tipo em anos de impasse.

“Semear caos e desestabilização é a principal estratégia de Putin. Ele quer tornar a Ucrânia um Estado abatido”, disse Sentsov à Reuters na capital ucraniana, Kiev. “Se a Ucrânia cair, tudo isso simplesmente se moverá mais para o oeste.”

O Kremlin também apoia rebeldes separatistas pró-Rússia que lutam contra tropas do governo ucraniano na região industrial de Donbas, no leste da Ucrânia, um conflito que matou cerca de 15 mil pessoas desde 2015 e continua sem solução.

A Rússia agora alarmou o Ocidente com um acúmulo militar de mais de 100.000 soldados perto das fronteiras da Ucrânia, enquanto apresenta uma série de exigências de segurança, incluindo que Kiev nunca se junte à Otan, a aliança militar ocidental.

Sentsov pediu apoio ocidental inequívoco à Ucrânia.

“Esta é uma e a mesma guerra: Crimeia, Donbas, a nova escalada, a guerra híbrida que a Rússia está travando. Não apenas contra a Ucrânia, mas mais amplamente contra seus vizinhos, Polônia, Estados Bálticos, Moldávia, Geórgia, Cazaquistão.”

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI0P12C-BASEIMAGE

To Top