Asia

Chuvas fortes causam inundações na Austrália e forçam fuga de moradores

Chuvas fortes causam inundações na Austrália e forçam fuga de moradores

Alertas de enchentes se estenderam pela costa leste da Austrália nesta terça-feira e dezenas de milhares de moradores de Sydney deixaram suas casas enquanto chuvas torrenciais novamente atingiram a maior cidade do país, inundando vários subúrbios.

Os rios do leste da Austrália já estavam perto da capacidade máxima após chuvas recordes em várias partes dos Estados de Queensland e Nova Gales do Sul nas últimas semanas, prejudicando cidades e varrendo fazendas, gado e estradas.

Uma mulher de 67 anos e seu filho de 34 foram encontrados mortos perto de um carro abandonado em um canal de águas pluviais no oeste de Sydney, disseram autoridades, enquanto a polícia de Queensland confirmou a morte de um homem desaparecido em enchentes desde 27 de fevereiro, elevando o número de mortos para 20 desde o início do dilúvio. A maioria foi encontrada morta em casas inundadas ou em carros tentando atravessar vias inundadas.

O meteorologista do Bureau de Meteorologia Dean Narramore disse que pequenas a grandes inundações estavam ocorrendo de Queensland à Victoria, uma distância de mais de 1.555 km.

“Serão 24 horas difíceis ou até 48 horas”, afirmou Narramore durante uma entrevista coletiva na terça-feira, prevendo até 120 mm de chuvas em Sydney nas próximas 24 horas, com a previsão de que a tempestade desapareça na quarta-feira.

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI270OT-BASEIMAGE

To Top