Agro

Milho e soja recuam em Chicago com expectativa de progresso de plantio nos EUA

Milho e soja recuam em Chicago com expectativa de progresso de plantio nos EUA

Por Christopher Walljasper

CHICAGO (Reuters) – Os contratos futuros de soja caíram em Chicago nesta segunda-feira para mínimas de cinco semanas, uma vez que o clima mais quente nos Estados Unidos acelerou o progresso do plantio, reduzindo temores de que viriam mais acres para a soja norte-americana e mais cortes nas plantações de milho, disseram traders.

O trigo permaneceu sustentado por condições secas nos cinturões de cultivo dos EUA e da França, reforçando as preocupações com a oferta global.

Na bolsa de Chicago, a soja perdeu 36,75 centavos de dólar a 15,8550 dólares o bushel, após cair para 15,78 dólares, a mínima desde 4 de abril.

O milho caiu 12,75 centavos de dólar para encerrar a 7,72 dólares o bushel, após tocar anteriormente a mínima desde 13 de abril, enquanto o trigo recuou 15,75 centavos de dólar a 10,9275 dólares o bushel.

O atraso no plantio de milho americano em meio a condições frias e úmidas levou alguns traders a antecipar uma mudança para de soja, mas as melhores condições em grande parte do Meio-Oeste dos EUA aceleraram o progresso dos trabalhos, disse Dan Smith, gerente sênior de risco da Top Third Ag Marketing.

Analistas, em média, esperam que o departamento de agricultura dos EUA relate o progresso do plantio de milho como 25% completo até 8 de maio, acima dos 14% da semana anterior, enquanto os plantios de soja devem estar 16% concluídos, acima dos 8% da semana anterior.

tagreuters.com2022binary_LYNXNPEI4811D-BASEIMAGE

To Top