Internacional

Em reunião do G7, Kuleba pressiona por embargo ao petróleo russo e adesão à UE

portalmixvalegoogle

O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, participou nesta sexta-feira, 3, da reunião do G7 na Alemanha como convidado, ocasião na qual realizou uma série de reuniões bilaterais com contrapartes. Em seu Twitter, o ucraniano afirmou que durante seu encontro com o Alto Representante da União Europeia, Josep Borrell, disse ao diplomata que sobre o sexto pacote de sanções do bloco, “a posição da Ucrânia permanece clara: deve incluir um embargo de petróleo à Rússia”.

Além disso, Kuleba se disse grato pela proposta de Borrell de fornecer apoio adicional da UE no valor de 500 milhões de euros para fortalecer a defesa da Ucrânia. Já com os representantes da França e da Itália, o ministro pediu ainda apoio à adesão da Ucrânia à UE.

Com o ministro das Relações Exteriores do Japão, Yoshimasa Hayashi, Kuleba se disse grato pelo forte apoio do país à Ucrânia e sua decisão de introduzir um embargo ao petróleo russo “para desfinanciar a máquina de guerra russa”.

O ministro afirmou ainda que pediu ao G7 para que confiscasse os ativos soberanos russos e os entregasse à Ucrânia para reconstruir nosso país. “A Rússia deve pagar. Politicamente, economicamente e financeiramente. Aprecio a reação positiva dos países do G7 ao nosso pedido”, disse.

To Top