Asia

Morre presidente dos Emirados Árabes, o modernizador pró-Ocidente Khalifa

Morre presidente dos Emirados Árabes, o modernizador pró-Ocidente Khalifa

Por Yomna Mohamed e Alexander Cornwell

ABU DHABI (Reuters) – O presidente dos Emirados Árabes Unidos, xeique Khalifa Bin Zayed Al Nahyan, um modernizador pró-Ocidente que havia alinhado o Estado do Golfo Árabe com os Estados Unidos e seus aliados, morreu nesta sexta-feira.

O Ministério de Assuntos Presidenciais anunciou a morte de Khalifa, que também era o governante do mais rico emirado do país, Abu Dhabi, mas não entrou em detalhes.

Khalifa, nascido em 1948, foi raramente visto em público desde que sofreu um derrame em 2014. Orações funerárias serão realizadas na sexta-feira, disse a agência estatal de notícias WAM.

“Os Emirados Árabes perderam o seu justo filho e líder da ‘fase de empoderamento’ e guardião desta abençoada jornada”, disse seu meio-irmão e príncipe de Abu Dhabi, xeique Mohammed bin Zayed, no Twitter, elogiando a sabedoria e generosidade de Khalifa.

Mohamed, conhecido como MbZ, é há anos o governante de fato dos Emirados Árabes, um produtor de petróleo filiado à Opep e um importante pólo comercial e de turismo que tem buscado aumentar sua influência política na região e no exterior.

MbZ deve se tornar o novo governante de Abu Dhabi, que abriga a maior parte da riqueza de petróleo dos Emirados Árabes e controla a Presidência desde a fundação da federação dos EAU pelo pai de Khalifa, o falecido xeique Zayed bin Sultan al-Nahyan, em 1971.

(Reportagem de Yomna Ehab, Alexander Cornwell, Nadine Awadallah, Maayan Lubell, Heather Timmons, e redação de Dubai)

tagreuters.com2022binary_LYNXNPEI4C0QL-BASEIMAGE

To Top