Últimas Notícias

Musk diz que compra do Twitter por US$ 44 bi está ‘temporariamente suspensa’; ações caem quase 20%

portalmixvalegoogle

O bilionário Elon Musk disse, nesta sexta-feira (dia 13), que sua oferta de US$ 44 bilhões para comprar o Twitter está “temporariamente suspensa”. Segundo ele, o motivo seria a falta de detalhes sobre o número de contas falsas ou de robôs na plataforma. As ações do Twitter desabaram quase 20% nas negociações de pré-mercado em Nova York.

“O acordo está temporariamente suspenso devido à falta de detalhes que expliquem o cálculo de que as contas fake ou de spam representam de fato menos de 5% dos usuários”, escreveu o bilionário em um tuíte.

Leia ainda: Em meio à polêmica dos hambúrgueres, quiosques de rua garantem qualidade dos sanduíches: ‘Aqui é carne de verdade’

O Twitter havia estimado, no início deste mês, que contas falsas ou de spam representavam menos de 5% de seus usuários ativos diários e monetizáveis (ou seja, que rendiam dinheiro à plataforma) durante o primeiro trimestre deste ano.

No entanto, a rede social informou que havia feito uma reavaliação das estimativas e que o número poderia ser maior.

Viu isso? Roubo de celular: o que os analistas sugerem para proteger seus dados e apps

Combater os perfis falsos era um dos principais objetivos de Musk em uma eventual compra do Twitter. No dia em que anunciou o negócio, ele afirmou que queria acabar com os robôs, autenticar todos os humanos e abrir o código fonte dos algoritmos.

Os robôs — ou bots — são autorizados no Twitter e, supostamente, são identificadas como tal. A plataforma até lançou uma espécie de selo de “bons robôs”, como a que posta mensagens para que os usuários cuidem de sua saúde. Perfis que distribuem spans são proibidos. O problema é que a rede social não consegue removê-los com a velocidade com que são criados.

Saiba mais: ‘Reduflação’: marcas reduzem embalagens para driblar alta de preços, e queixas viralizam na internet

O imbróglio com os perfis falsos pode incomodar Musk. Mas pode haver outras razões para que o negócio não avance. Analistas já vinham levantando dúvidas se o empresário conseguiria levantar os empréstimos necessários para fazer fente à proposta que avalia o Twitter em US$ 44 bilhões.

Mesmo para o homem mais rico do mundo, a quantia é alta, já que grande parte da fortuna de Musk não está em dinheiro ou em ativos de alta liquidez, ou seja, que poderiam ser vendidos rapidamente para fazer caixa.

To Top