Últimas Notícias

Morre o cineasta Breno Silveira, aos 58 anos

portalmixvalegoogle

Morreu, na manhã deste sábado (14), o cineasta Breno Silveira, diretor de filmes como “Dois filhos de Francisco” (2005) e “Gonzaga: de pai pra filho” (2012), sobre a trajetória do Rei do Baião. Ele estava rodando cenas do filme inédito “Dona Vitória”, estrelado por Fernanda Montenegro, na cidade de Limoneiro, em Pernambuco, e teve um infarto fulminante.

Entrevista: Alanis Guillen, a Juma de Pantanal, sobre trabalho com Jesuíta: ‘Faça o que quiser de mim’

Um ano sem Paulo Gustavo: ‘Meus sobrinhos dizem ‘papai veio visitar’, e meu olho enche de lágrimas’, diz irmã do humorista

O diretor começou a passar mal no set, com taquicardia. A equipe do filme estava na região para rodar as cenas da infância da personagem-título. A informação foi confirmada por uma pessoa da equipe de filmagem. Os atores estão em choque e tentam providenciar o translado do corpo para o Rio de Janeiro.

Breno Silveira havia contraído Covid-19 no dia de 3 de maio, quando as filmagens precisaram ser interrompidas. A equipe havia retomado o trabalho há poucos dias. O diretor teve o infarto fulminante enquanto acompanhava uma cena ser rodada. Ele morreu sentado, em frente ao monitor do set. Este era o primeiro dia da equipe em Pernambuco.

O filme “Dona Vitória”, que o cineasta estava começando a rodar, é baseado na história de uma mulher que desmontou uma quadrilha carioca de traficantes e policiais a partir de filmagens feitas da janela do seu prédio, no bairro de Copacabana, do Rio de Janeiro. Sua história foi contada por meio de uma série de reportagens do jornal “Extra”, de autoria do jornalista Fábio Gusmão, e que depois também virou livro.

To Top