Agência Brasil

Prefeitura de Natal decreta estado de emergência por 90 dias

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O aumento nos casos de dengue, chikungunya e zika, em Natal, levou a prefeitura da capital do Rio Grande do Norte a decretar estado de emergência por 90 dias. A medida foi publicada nesta quarta-feira (18) em edição extra do Diário Oficial do município.

De acordo com boletim da Secretaria Municipal de Saúde, no período entre janeiro e abril, os casos de arboviroses (doenças causadas por picadas de mosquito) aumentaram 1.348,86% em relação ao mesmo período de 2021. Somente em abril, foram registrados 2.318 casos prováveis de arboviroses. As informações são da Agência Brasil.

Os casos de chikungunya tiveram um aumento de 381,08% (178); os casos de dengue tiveram aumento de 1.566,29% (2.966), e os de zika permaneceram em 625% (29).

Nas últimas semanas, esse aumento se concentrou em áreas nas regiões sul, norte1 e oeste de Natal, onde moram cerca de 690 mil pessoas.

Entre as medidas que a Secretaria de Saúde do município está adotando para minimizar os impactos decorrentes do agravamento do quadro epidemiológico estão a realização de visitas domiciliares em “peridomicílio e intradomicílio”. A estimativa da prefeitura é de que são necessárias visitas a mais de 200 mil domicílios.

O município também destacou a adoção de ações educativas em escolas, conselhos comunitários e pastorais, a utilização do chamado fumacê e capacitação de servidores.

To Top