Celebridades

Nova canção de Beyoncé representa “grande resignação” de geração de trabalhadores nos EUA

Nova canção de Beyoncé representa "grande resignação" de geração de trabalhadores nos EUA

Por Sharon Kimathi

LONDRES (Reuters) – A popstar norte-americana Beyoncé Knowles-Carter surpreendeu seus fãs com o lançamento antecipado do single “Break My Soul”, do álbum ainda não lançado “Renassaince”, incendiando as redes sociais com música e letras que, segundo interpretações, tratam da raiva de trabalhadores com as atuais condições.

“Eu vou encontrar uma nova motivação/ droga, me fazem trabalhar tanto/ Às nove no trabalho, saio depois das cinco/ E forçam meus nervos, por isso não durmo à noite”, canta a artista, que acrescenta “Acabei de pedir demissão”. 

Alguns comentários dizem que as palavras canalizam a “Grande Resignação” dos trabalhadores no período pós-pandemia, no qual empresas estão tendo dificuldades para encontrar funcionários. 

“Beyoncé enxergou que é o verão do esgotamento da geração millennial, do revival dos anos 1990, e do orgulho queer, e resolveu que ‘sim, eu consigo fazer uma canção sobre isso'”, escreveu Patu Patel, editor-chefe da revista de música Pitchfork no Twitter. 

A cantora não comentou o significado das letras. 

O single foi escrito em parceria com o marido Sean Carter (Jay-Z) e utiliza samples do clássico dance dos anos 90 “Show Me Love”, além de apresentar a música “Explode” da rapper norte-americana LGBT Big Freedia. 

A canção estreou no Tidal, serviço de streaming do qual Jay-Z é co-proprietário, e foi lançada à meia-noite do dia 21 de junho em outros grandes serviços de streaming, com um vídeo com as letras da canção publicado no YouTube. 

(Reportagem de Sharon Kimathi) 

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI5K0XB-BASEIMAGE

To Top