Business

Ações europeias saem de mínimas em mais de um ano após Powell mas fecham em baixa

Ações europeias saem de mínimas em mais de um ano após Powell mas fecham em baixa

Por Sruthi Shankar e Susan Mathew

(Reuters) – As ações europeias saíram de mínimas da sessão nesta quarta-feira depois que o chair do Federal Reserve, Jerome Powell, disse que o banco central dos Estados Unidos está “fortemente comprometido” em reduzir a inflação.

Wall Street apagou perdas e passou a operar em território positivo após as declarações em uma audiência perante o Comitê Bancário do Senado dos EUA, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 0,70%, a 405,74 pontos, depois de chegar a cair 1,8% para o menor nível desde janeiro de 2021.

Analistas disseram que os mercados se animaram com a falta de surpresas nas declarações.

“A inflação descontrolada é tão prejudicial para as avaliações das ações quanto uma possível recessão. A história negativa de crescimento que os comentários de Powell sugerem estão sendo moderados por uma sensação de alívio de que as autoridades estão levando a sério a ameaça inflacionária”, disse Stuart Cole, macroestrategista chefe da Equiti Capital.

Os papéis de materiais básicos foram os que mais pesaram, após os preços do minério de ferro e do cobre cederem em razão da oferta da China e preocupações com o crescimento.

As ações de petróleo e gás recuaram 3,3% com o declínio dos preços do petróleo devido ao plano do presidente dos EUA, Joe Biden, de reduzir os custos de combustível para motoristas.

Ganhos em setores defensivos como imobiliário, alimentos e bebidas e saúde limitaram as perdas.

Uma combinação de inflação crescente, políticas monetárias mais apertadas, a guerra na Ucrânia e uma desaceleração na economia da China empurrou o STOXX 600 para uma queda de cerca de 18% em relação do recorde histórico de fechamento que atingiu em janeiro.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,88%, a 7.089,22 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,11%, a 13.144,28 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,81%, a 5.916,63 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 1,36%, a 21.788,57 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 1,10%, a 8.145,40 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,52%, a 5.921,52 pontos.

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI5L0TK-BASEIMAGE

To Top