Economia

Dólar traz viés de alta para juros longos antes de Campos Neto

portalmixvalegoogle

Os juros futuros longos e médios têm leve alta na manhã desta quinta-feira, acompanhando o movimento do dólar ante o real, embora o recuo dos juros dos Treasuries limite esse movimento. Além disso, o petróleo segue em queda nesta manhã. Os curtos operam estáveis.

Em véspera do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15) de junho, o mercado aguarda pela entrevista sobre política monetária com o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, e o diretor de Política Econômica, Diogo Guillen (11 horas). Há expectativa ainda com o leilão de LTN e NTN-F (11 horas).

Às 9h15, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2027 estava em 12,26%, de 12,23% no ajuste anterior.

O DI para janeiro de 2025 batia mínima de 12,33%, de 12,30%, e o para janeiro de 2024 exibia taxa de 13,11%, de 13,09% no ajuste de ontem. O vencimento para janeiro de 2023 estava em 13,555%, de 13,553%. O dólar à vista subia 0,40%, a R$ 5,1979.

To Top