Últimas Notícias

Lula tem 53% dos votos válidos no 1º turno, ante 32% de Bolsonaro, segundo Datafolha

portalmixvalegoogle

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 53% dos votos válidos aferidos pelo Datafolha em sua mais recente pesquisa, realizada em 22 e 23 de junho.

Para ganhar no primeiro turno, é necessário que o candidato some 50% dos votos válidos mais um. A votação será em 2 de outubro —o segundo turno está previsto para o dia 30 do mesmo mês.

Votos válidos são aqueles que excluem, no cômputo geral, os brancos e nulos. Sob essa métrica, que é a utilizada pela Justiça Eleitoral para a contagem final do pleito, o presidente Jair Bolsonaro (PL) tem 32% das intenções de voto. Ciro Gomes, do PDT, marca 10%.

O instituto ouviu 2.556 pessoas em 181 cidades no levantamento, contratado pela Folha de S.Paulo e registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BR-09088/2022. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou menos.

Na pesquisa passada, feita no fim de maio, Lula tinha 54% e Bolsonaro, 30%. O cenário, pois, é de estabilidade.

A contínua crise política e econômica do governo Bolsonaro, que abarca da confusão sobre preços de combustíveis à prisão do ex-ministro da Educação, tem levado atores políticos a especular acerca da chance de Lula levar a eleição no primeiro turno.

Petistas, por óbvio, são otimistas, mas evitam falar sobre o tema em público para não denotar salto alto. Já aliados do presidente reconhecem as dificuldades, mas acreditam que a proximidade do pleito e a repetida exposição de críticas a Lula mudarão o quadro.

O petista tem aberto flancos que são explorados junto ao eleitorado mais conservador, como em seu contínuo apoio à ditadura cubana ou na lembrança que ele mesmo resgatou de seu pleito para a libertação dos sequestradores do empresário Abílio Diniz.

Até aqui, contudo, nada disso tirou Lula da dianteira. Na pesquisa do Datafolha, incluindo aí os votos nulos e brancos, Lula marcou 47% de intenções de voto. O presidente, 28%, mantendo os números aferidos em maio no mesmo patamar.

To Top