São Paulo

Governo anuncia centro de transplantes de medula óssea no Instituto do Câncer de SP

portalmixvalegoogle

39º Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo

O governador Rodrigo Garcia liberou nesta sexta-feira (1º), na capital, R$ 7,5 milhões para a implantação da Unidade de Transplantes de Medula Óssea (TMO) no Instituto do Câncer de São Paulo (Icesp). Na ocasião, Rodrigo também anunciou a ampliação do tratamento de leucemias agudas no hospital, que terá um custeio anual de R$ 6,7 milhões. A unidade do Icesp está ligada ao Complexo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

“Estamos anunciando o início das obras do centro de transplantes de medula óssea aqui no Icesp. Nós estamos adaptando todo um andar para que o transplante possa ser realizado aqui na sede do Instituto. Com essa decisão, nós vamos ter todas aquelas pessoas que hoje têm demanda por transplantes de medula óssea na Grande São Paulo e na capital sendo atendidas com a abertura desses leitos. É um investimento importante que o Governo faz no combate ao câncer”, disse Rodrigo Garcia.

A unidade de transplante de medula óssea será instalada no 22º andar do Instituto, onde serão realizadas obras de adequações do espaço físico. A unidade contará com oito leitos individuais totalmente adaptados às necessidades dos pacientes submetidos ao transplante, sendo dois leitos destinados à realização de transplantes alogênicos e seis leitos para transplantes autólogos. O projeto também contempla sala de fisioterapia, baias médicas e de enfermagem, copa e vestiários.

Com a novidade, a previsão é que sejam realizados 108 transplantes adicionais por ano. A unidade também receberá R$ 9,3 milhões para custeio anual do serviço. As obras devem ser finalizadas no primeiro semestre de 2023. Atualmente, os pacientes em tratamento no Instituto do Câncer realizam o transplante de medula óssea no Instituto Central do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Tratamento de Leucemias agudas

Além de abrigar a unidade de transplante de medula óssea, as adequações estruturais no 22º do Instituto serão feitas para receber dez novos leitos voltados ao tratamento de leucemias agudas, ampliando assim a capacidade de atendimento da doença que, devido às características de agressividade e rápida evolução, geralmente se manifesta em quadros de alta gravidade, que demandam internações prolongadas e alto consumo de recursos.

Para o atendimento desses pacientes, serão instalados leitos com estrutura adequada para isolamento deles, com filtro de ar e assistência médica setorizada. Até que a obra seja finalizada, os leitos para o atendimento de leucemias agudas serão preparados no 19º andar para atender os pacientes em tratamento já a partir de 1 de julho.

Iodoterapia

Também haverá o aumento no atendimento de pacientes que necessitam de tratamento de iodoterapia. A estimativa é de que o Icesp receba 100 novos pacientes encaminhados pelo Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (CROSS), para acelerar a fila de quem aguarda por este tipo de tratamento no estado. A iodoterapia é o tratamento administrado pela especialidade de Medicina Nuclear e que utiliza iodo radioativo, também conhecido como Iodo-131, e é indicado para os casos de câncer de tireoide.

O post Governo anuncia centro de transplantes de medula óssea no Instituto do Câncer de SP apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.

To Top