Economia

Marquise estuda investir R$100 mi para entrar em geração de energia com biometano

portalmixvalegoogle

(Reuters) – A Marquise Ambiental, empresa do Grupo Marquise, está estudando três projetos de geração de energia a partir do biometano que envolvem investimentos inicialmente estimados em cerca de 100 milhões de reais.

A companhia cearense já atua na gestão de resíduos sólidos em aterros sanitários e no fornecimento de biometano. Hoje, com o biogás, a Marquise responde por cerca de 20% do gás adquirido pela Companhia de Gás do Ceará (Cegas).

Os projetos estão localizados em Manaus, Aquiraz (CE) e Osasco (SP). O aterro da empresa na cidade paulista já está em operação. Os outros dois ainda estão em fase de implantação. A previsão é que o de Manaus esteja pronto em setembro.

Segundo o diretor presidente Hugo Nery, a ideia, agora, é ampliar o portfólio da empresa, mas os estudos também contemplam a possibilidade de produção de biogás, o que ampliaria a sua atuação no setor.

“Vamos analisar a viabilidade econômica entre a venda do biometano e sua transformação em energia. Nesse caso, seriam nossos primeiros projetos nessa área”, disse Nery.

O executivo explica que, segundo as primeiras avaliações da empresa, os três projetos totalizariam cerca de 9 MW de potência. A empresa ainda vai decidir se venderá a energia ao mercado cativo (atendido pelas distribuidoras de energia) ou livre.

“Naturalmente, os grandes aterros terão possibilidade de energia disponível para leilão. Para os aterros menores, vamos negociar com parceiros da indústria já na implantação do processo de geração”, disse Nery.

(Por Rafaella Barros)

To Top