Africa

Portfólios de mercados emergentes têm maior sequência de saídas mensais já registrada, diz IIF

Portfólios de mercados emergentes têm maior sequência de saídas mensais já registrada, diz IIF

NOVA YORK (Reuters) – Os mercados emergentes registraram um quinto mês consecutivo de saídas de carteiras em julho, estabelecendo a mais longa sequência do tipo desde 2005, com o risco de recessão global, a inflação e um dólar forte afastando investimentos, mostraram dados do Instituto de Finanças Internacionais (IIF, na sigla em inglês) nesta quarta-feira.

Agentes não residentes retiraram 9,8 bilhões de dólares de portfólios de mercados emergentes em julho, mostram os dados, em comparação com saída de 3,8 bilhões em junho e ingresso de 35,1 bilhões no mesmo mês de 2021.

O saldo negativo dos últimos cinco meses totalizou 39,3 bilhões de dólares, segundo o IIF.

O dinheiro deixou os mercados emergentes em parte porque as economias desenvolvidas reverteram um ambiente de anos de taxas de juros muito baixas, em tentativa de domar a inflação. A invasão da Ucrânia pela Rússia, em fevereiro, desencadeou um aumento nos preços de alimentos e energia que aumentou o desafio das autoridades monetárias.

“A maior parte da dinâmica recente dos fluxos pode ser atribuída ao dólar”, disse o economista do IIF Jonathan Fortun em comunicado, observando que, após uma série de aumentos de juros, o Federal Reserve pode estar se aproximando de uma taxa “neutra”. Atingir esse nível e manter alguma estabilidade nos custos dos empréstimos dos Estados Unidos poderia ajudar a conter as saídas de mercados emergentes.

Mas, na terça-feira, um trio de membros do Fed sinalizou que eles e seus colegas permanecem “completamente unidos” quanto à necessidade de elevar os juros a um nível que reduza mais significativamente a atividade econômica e dome a inflação mais alta desde a década de 1980.

A média móvel de 21 dias do índice do dólar fechou a terça-feira em seu nível mais alto desde meados de novembro de 2002.

Julho trouxe entradas de 2,5 bilhões de dólares em carteiras de ações de mercados emergentes fora da China, o primeiro mês de superávit desde fevereiro, enquanto o mercado de dívida de mercados emergentes excluindo a China registrou saídas de 6,0 bilhões de dólares.

As carteiras da China tiveram saldo negativo de 6,4 bilhões de dólares, com 2,9 bilhões saindo da dívida e 3,5 bilhões sendo retirados das ações.

(Por Rodrigo Campos)

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI720RF-BASEIMAGE

To Top