Asia

Coreia do Norte diz que “nunca tolerará” acusação dos EUA sobre seu programa nuclear

Coreia do Norte diz que "nunca tolerará" acusação dos EUA sobre seu programa nuclear

Por Soo-hyang Choi

SEUL (Reuters) – A Coreia do Norte alertou que “nunca tolerará” as críticas dos Estados Unidos ao programa nuclear do país, chamando Washington de “chefe da proliferação nuclear” e dizendo que não permitirá qualquer invasão de seus direitos soberanos.

A Coreia do Norte realizou testes de mísseis em um ritmo sem precedentes este ano e especialistas internacionais acreditam que está preparando seu sétimo teste nuclear, o primeiro desde 2017.

A missão permanente da Coreia do Norte na Organização das Nações Unidas (ONU) divulgou a declaração na quarta-feira, enquanto diplomatas se reuniam em Nova York para uma conferência da ONU de um mês para revisar o Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares (TNP).

O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, disse durante a reunião que a Coreia do Norte “continua a expandir seu programa nuclear ilegal” e “está se preparando para realizar seu sétimo teste nuclear”.

“É o auge da culpa os Estados Unidos alegarem ‘ameaças nucleares’ de alguém, dado o fato de ser o chefe da proliferação nuclear”, afirmou a Coreia do Norte no comunicado.

A Coreia do Norte também disse que desistiu do tratado de não proliferação há muito tempo, então ninguém tinha o direito de interferir no direito de autodefesa do país.

“Nunca toleraremos qualquer tentativa dos EUA e suas forças servis de acusar infundadamente nosso Estado e invadir nossos direitos soberanos e interesses nacionais”, disse a Coreia do Norte em seu comunicado.

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI730O7-BASEIMAGE

To Top