Esporte

Fluminense vence, afunda o Ceará e vê Cano atingir marca histórica no século

Com gol do artilheiro Germán Cano, o Fluminense venceu o Ceará na noite desta segunda-feira, por 1 a 0, na Arena Castelão, em Fortaleza, na abertura da 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Foi o 39º gol dele no ano, igualando a marca de Magno Alves como artilheiro em um ano no século.

A vitória consolida ainda mais o Fluminense na fase de grupos da Libertadores 2023: é o quarto colocado, com 61 pontos. Dez pontos a mais que o Atlético-MG (7º), primeiro time fora do G-6. Já o Ceará chegou ao nono jogo sem vitória e segue em 17º lugar, com 34 pontos.

O confronto foi realizado com portões fechados, já que o Ceará foi punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) após confusão generalizada por seus torcedores no confronto diante do Cuiabá, na 32ª rodada.

O primeiro tempo teve o Fluminense com superioridade na posse de bola e criando as principais chances de balançar as redes. E isso chegou a acontecer aos 17 minutos, quando Martinelli cruzou rasteiro e Cano completou, contudo, o atacante estava em posição irregular e o gol foi anulado.

Ao Ceará restaram os contra-ataques, como aos 31 minutos, quando Vina foi lançado, ganhou de Cristiano na corrida e finalizou sem direção pela linha de fundo, e ainda aos 37, quando Cléber teve boas chances de finalizar, mas preferiu passe ruim ao companheiro.

No segundo tempo o Ceará voltou mais efetivo nos contra-ataques, mas acabou no prejuízo num lance infantil de Cléber. Aos 11, o atacante recebeu nas costas da marcação, se enrolou com a bola e perdeu grande chance. Na sequência ele fez falta boba em Manoel, recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

Com um homem a mais, o Fluminense respondeu aos 21 minutos, quando Cano errou domínio, mas a bola sobrou nos pés de Matheus Martins e o atacante chutou rasteiro, nas mãos do goleiro João Ricardo. Dois minutos depois, após escanteio, Manoel desviou de cabeça e Cano quase foi às redes.

Aos 24, Fernando Sobral teve ótima chance dentro da área, mas finalizou em cima do goleiro Fábio. E, como diz o ditado: quem não faz, leva. Aos 26, Arias recebeu na entrada da área e finalizou. No meio do caminho, o artilheiro Germán Cano desviou, abrindo o placar no Castelão.

Com a vantagem no placar, o Fluminense foi mais cauteloso e administrou o resultado até o apito final, mantendo o embalo e aumentando em quatro os jogos de invencibilidade no campeonato.

O Ceará volta a campo no sábado para enfrentar o Corinthians, às 20h30, na Neo Química Arena, em São Paulo. Já o Fluminense, no mesmo dia, receberá o São Paulo, às 16h30, no Maracanã, no Rio.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 0 X 1 FLUMINENSE

CEARÁ – João Ricardo; Nino Paraíba, Gabriel Lacerda, David Ricardo e Bruno Pacheco; Richard Coelho (Geovane), Richardson (Iury Castilho), Fernando Sobral (Lima), Vina (Erick) e Diego (Victor Luís); Cléber. Técnico: Juca Antonello (interino).

FLUMINENSE – Fábio; Samuel Xavier, Nino (Nathan), Manoel e Cristiano; André, Martinelli, Yago Felipe (Matheus Martins) e Ganso (David Braz); Arias e Germán Cano (Alan). Técnico: Fernando Diniz.

GOL – Germán Cano, aos 26 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Raphael Claus (SP).

CARTÕES AMARELOS – Victor Luís (Ceará); Cristiano e Germán Cano (Fluminense).

PÚBLICO E RENDA – Portões fechados.

LOCAL – Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

To Top