Últimas Notícias

Técnico da Croácia faz lobby para Fifa eleger Gvardiol melhor jovem da Copa

DOHA, QATAR (UOL/FOLHAPRESS) – Distribuída desde 2006 para jogadores que se destacam na Copa do Mundo e têm até 21 anos de idade, a premiação de Melhor Jogador Jovem virou assunto logo depois da vitória da Croácia contra Marrocos que garantiu o terceiro lugar dos europeus no torneio, neste sábado (17). O técnico Zlatko Dalic espera que o zagueiro Gvardiol, de 20 anos, seja contemplado.

“Eu acredito que Gvardiol é um dos merecedores desse prêmio. Para mim ele foi o melhor, mas há pessoas adequadas para decidir isso na Fifa. Geralmente atacantes são mais considerados para esta premiação, mas se a ideia for ampliar isso é claro para mim que ele merece”, disse o treinador croata.

Gvardiol foi titular da Croácia nas sete partidas do Mundial formando dupla com o experiente Lovren, ex-Liverpool e hoje no Zenit, da Rússia. Ele atuou o tempo inteiro em todos os jogos da Croácia na Copa e chamou atenção, além do bom desempenho, porque joga com uma máscara de proteção. O zagueiro quebrou o nariz durante um jogo em novembro, dias antes de se apresentar para a competição, e a condição dos médicos para liberá-lo para os jogos foi o uso da máscara.

Neste sábado, ele foi eleito como o melhor em campo no voto popular. Gvardiol fez o primeiro gol da vitória sobre Marrocos aos seis minutos do primeiro tempo, completando de cabeça uma jogada ensaiada.

Aos 20 anos, o zagueiro croata defende atualmente o RB Leipzig, da Alemanha, e tem boa frequência de jogos como titular. É a segunda temporada no clube – antes ele jogava no Dinamo Zagreb, de seu país natal.

Em coletiva de imprensa, ele disse que não liga para a possibilidade de ser eleito como o Melhor Jogador Jovem da Copa do Qatar: “Eu não estou interessado em uma premiação individual, meu papel era ajudar meu time e cumprir meu sonho. Se eu ganhar esse prêmio vou dividir com os grandes jogadores que tenho no meu time.”

Dois alemães e dois franceses já foram eleitos como os melhores jovens em Mundiais: Podolski (2006), Muller (2010), Pogba (2014) e Mbappé (2018).

Gvardiol é nascido em janeiro de 2002 e tem 20 anos. Está no páreo para a premiação junto com jogadores como Bellingham (inglês de 19 anos), Enzo Fernández (argentino, de 21 anos) e Gavi (espanhol de 18 anos), entre outros.

To Top