Últimas Notícias

De conversa marcada com Messi, presidente do PSG se diz triste por Mbappé

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Protagonistas da final da Copa do Mundo do Qatar, Lionel Messi e Kylian Mbappé são companheiros de clube, no PSG, da França. Presidente do clube francês, o qatari Nasser Al-Khelaifi disse estar triste pelo craque francês e pela seleção do país europeu, mas orgulhoso do desempenho dos jogadores da equipe no mundial.

“Estou muito orgulhoso da organização, mostramos que o Qatar pode organizar a melhor competição do mundo, mostramos a todos o que podemos fazer. A melhor final da história da Copa do Mundo, eu acho. Estou triste pela França, como presidente de um clube francês”, disse Al-Khelaifi em entrevista à emissora francesa “RMC”.

“Triste pelo Kylian, que fez uma partida mais que perfeita. Se fosse eu, daria duas taças, uma para o Kylian, outra para o Leo. Foi difícil para mim, sou francês. Mas também estou feliz por Leo, é a cereja do bolo, ele merece e Kylian ainda tem muitos anos para ganhar uma Eurocopa ou Mundial. Como clube, quebramos recordes, os jogadores do PSG foram os que mais marcaram. Estamos orgulhosos deles, de Hakimi também com esta semifinal do Marrocos”, complementou.

FUTURO DE MESSI E MBAPPÉ

Questionado sobre a permanência de Messi e Mbappé, o presidente do PSG afirmou que deseja que os dois continuem no clube francês, citando os grandes feitos dos atletas na Copa do Mundo.

Nasser Al-Khelaifi disse que tem uma conversa marcada com Messi para discutir o futuro do jogador. Com contrato até o fim da temporada 2022/23, o craque argentino poderia assinar um pré-contrato com outro clube em janeiro caso não tenha o vínculo estendido.

“Manter Mbappé e Messi? Claro, esses são os dois artilheiros e melhores jogadores do Mundial. Não quero falar nada pelo Leo, tínhamos um acordo para conversar depois do Mundial”, completou Al-Khelaifi.

Adversários na decisão da Copa do Mundo, Mbappé e Messi podem voltar a atuar juntos daqui a dez dias, quando o PSG tem o primeiro compromisso pós-Copa, contra o Strasbourg, pelo Campeonato Francês.

To Top