Internacional

EUA impõem sanções a grupo no Irã, China e Hong Kong por conexão com programa de mísseis

Os Estados Unidos impuseram sanções a sete pessoas e seis entidades no Irã, na China e em Hong Kong, por suposta conexão com o programa de mísseis balísticos iraniano, segundo o Departamento do Tesouro norte-americano nesta terça-feira.

O grupo é acusado pelo governo de ter realizado “transações financeiras e facilitado a aquisição de peças e tecnologias sensíveis e críticas para atores envolvidos no desenvolvimento dos mísseis balísticos” – incluindo o Ministério da Defesa e Logística das Forças Armadas do Irã e suas organizações afiliadas.

A penalidade bloqueia todas as propriedades e participações em propriedade dos acusados que estejam nos Estados Unidos ou sob posse de pessoas no território, e proíbe que sejam feitas transações com os indivíduos e as entidades designadas.

O subsecretário do Tesouro para Terrorismo e Inteligência Financeira, Brian E. Nelson, afirmou que a medida reforça o compromisso dos Estados Unidos de responder às atividades que minam a estabilidade regional de parceiros e aliados.

O porta-voz disse que “redes de compras transnacionais ilícitas que apoiam secretamente a produção de mísseis balísticos do Irã e outros programas militares” continuarão sob a mira dos EUA.

To Top