Últimas Notícias

Governo libera mais R$ 200 milhões para enfrentamento da gripe aviária

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O governo federal anunciou crédito extraordinário de R$ 200 milhões ao Mapa (Ministério da Agricultura e Pecuária) para combater a gripe aviária no país.

O crédito será feito por meio da Medida Provisória Nº 1.177, publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (6) e assinada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e pela ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet.

Segundo o ministério, as ações de controle e contenção da doença serão intensificadas após a confirmação de casos de influenza aviária em aves silvestres em quatro estados. Nesta segunda (5), foi confirmado um caso em Ubatuba, litoral norte de São Paulo. No total, são 24 casos registrados no país.

O ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, afirma que o combate à gripe aviária “é uma questão que merece a atenção de todos, pois o avanço da doença poderia impactar diversos setores do país”.

A medida do presidente Lula, diz o ministro, complementa o trabalho dos ministérios da Saúde e do Meio Ambiente e Mudança do Clima, do Ibama, da Defesa Civil e de órgãos estaduais.

Entre as ações de controle e combate à Influenza Aviária o ministério destaca a necessidade de rápida identificação, testagem e cuidados sanitários dos casos suspeitos. “Para isso, as equipes técnicas poderão contar com reforço para as ações pontuais in loco”, diz, em nota.

O governo federal afirma que o Brasil continua livre de influenza aviária na criação comercial e mantém seu status de livre de influenza aviária perante a Organização Mundial de Saúde Animal, exportando seus produtos para consumo de forma segura.

No dia 22 de maio, o governo decretou estado de emergência zoossanitária em todo o país, após os casos de infecção pelo vírus da influenza aviária de alta patogenicidade (H5N1).

O estado de emergência deve vigorar pelo prazo de 180 dias, podendo ser prorrogado por prazo indeterminado.

To Top