Economia

Reservas internacionais da China caem a US$ 3,177 trilhões em maio, após dois meses de avanços

As reservas internacionais da China recuaram em maio, após dois meses de avanços, em meio ao enfraquecimento do yuan em relação ao dólar, segundo dados publicados nesta quarta-feira, 7, pelo PBoC, como é conhecido o banco central chinês. No fim de maio, as reservas da segunda maior economia do mundo totalizavam US$ 3,177 trilhões, representando queda de US$ 28,26 bilhões em relação a abril. O resultado de maio ficou bem próximo da previsão de US$ 3,175 trilhões de analistas consultados pelo The Wall Street Journal. Fonte: Dow Jones Newswires.

To Top