Entretenimento

Cadela “entregadora” percorre as ruas de São Paulo para ajudar cachorros famintos

Por Leonardo Benassatto

SÃO PAULO (Reuters) – Miguel Pereira de Souza e sua cadela Ruby passeiam pela cidade de São Paulo em uma moto com uma missão: distribuir ração para cães menos afortunados.

Os dois se tornaram uma sensação nas redes sociais, com mais de 150.000 seguidores no TikTok, ao registrar os esforços para entregar comida a cachorros necessitados.

A agora inseparável dupla se reuniu quando Souza, de 51 anos, encontrou uma Ruby ferida e sem-teto debaixo de seu carro na capital paulista há nove anos.

Emocionado, Souza se lembra claramente do dia em que encontrou Ruby, e logo depois ele começou a dedicar seu tempo livre a cuidar de cães de rua famintos como Ruby já foi.

“Eu peguei 10 reais e comprei 1 quilo de ração. Fiz sete saquinhos e falei a partir de hoje toda vez que eu vir um cachorro passando fome, vou dar um saquinho de ração”, disse Souza, enxugando as lágrimas.

Depois que ele postou vídeos e fotos nas redes sociais de suas entregas e dos cachorros de rua, as doações começaram a chegar.

“Um dia olhei na sala da minha casa e tinha 700 quilos de ração”, disse Souza, que tem o nome de Ruby tatuado no antebraço. “Já doamos mais de cinco toneladas de ração.”

Souza criou uma pequena iniciativa há três anos chamada serviço de entrega Ruby Fofa, que vende produtos para cachorro a moradores de São Paulo e usa os lucros para comprar ração para cães de rua.

Ruby tem seu próprio capacete e mochila para as entregas de moto. Souza, que ganha a vida como entregador de fast-food, diz que nunca obrigou a cadela a participar.

“Ela sempre pula em cima da moto. Ela sempre quer ir! Então eu a levo em todas as entregas”, afirmou.

Raja Vidya, moradora de São Paulo que usa o serviço Ruby Fofa, conta que muitas pessoas abandonaram seus cachorros após a pandemia de Covid-19.

“Essa ajuda do Miguel — doando ração, água, tempo e incentivando os outros a doarem — eu acho muito bacana”, disse.

“Tenho muito orgulho de fazer parte também, porque quando a gente compra na loja da Ruby, a gente está incentivando, a gente está ajudando para que cada vez mais as pessoas doem.”

tagreuters.com2023binary_LYNXMPEJ6G0N4-BASEIMAGE

To Top