Últimas Notícias

Reino Unido e Irlanda: conheça os dez estádios que sediarão a Euro 2028

Inglaterra, Irlanda do Norte, República da Irlanda, Escócia e País de Gales serão os anfitriões do Euro 2028, confirmou a Uefa nesta terça-feira. A entidade máxima do futebol europeu também definiu que Turquia e Itália receberão a mesma competição, mas em 2032. A próxima edição do torneio ocorre no ano que vem, na Alemanha.

Entenda: com dupla nacionalidade, goleiro da Lazio recusa convocação para seleção da Rússia

New York Times: dona da SAF do Vasco e com um pé na Premier League, 777 ainda carrega “mistérios”

Para o torneio no Reino Unido e na Irlando, já há uma lista com os estádios que irão receber os jogos, segundo a AFP. Veja abaixo os dez palcos onde serão realizados os 51 jogos, envolvendo 24 seleções. Duas das arenas serão profundamente reformadas, e outras será feita do zero

Wembley (Londres, capacidade para 90 mil torcedores)

Anfitrião das semifinais e da final da última Eurocopa, em 2021, Wembley deverá voltar a ser o destino da fase final do torneio. Apesar dos problemas com os torcedores quando a Inglaterra foi derrotada nos pênaltis pela Itália na Euro 2020, a casa do futebol inglês é há muito tempo um local preferido da Uefa graças à sua enorme capacidade, instalações corporativas e localização em Londres.

Tottenham Hotspur Stadium (Londres, 62.850)

Amplamente considerado um dos principais estádios do mundo, a casa dos Spurs desde 2019 tem sido palco de grandes concertos, eventos de boxe, rugby e NFL, bem como futebol.

Etihad Stadium (Manchester, 53.400)

Casa do Manchester City, campeão da Premier League, a escolha do Etihad em vez do Old Trafford, do Manchester United, que tem capacidade para 20 mil pessoas a mais, causou espanto. No entanto, embora os proprietários do United tenham enfrentado críticas por permitirem a decadência de Old Trafford, o City está planejando uma nova reconstrução do local que assumiu após os Jogos da Commonwealth em 2002.

A capacidade do Etihad será expandida para mais de 60 mil0 pessoas nos próximos três anos, juntamente com a construção de um hotel com 400 leitos, um museu e uma fan zone com capacidade para três mil pessoas.

Villa Park (Birmingham, capacidade 42.640)

A casa do Aston Villa foi uma das sedes na última vez que a Inglaterra sediou um grande torneio, na edição de 1996 da Euro. Outrora um local regular para as semifinais da FA Cup graças à sua localização em Midlands, em Birmingham, o Villa Park ficou para trás, em parte devido à passagem de três anos do clube fora da Premier League, entre 2016 e 2019.

Mas os bons tempos estão de volta ao campo com o time de volta às competições europeias, e há um planejamento de um investimento de US$ 122 milhões (R$ 616 milhões) no estádio para aumentar a capacidade para 50 mil pessoas até 2028.

St. James’ Park (Newcastle, 52.000)

O Newcastle está de volta às competições europeias, após classificação à Liga dos Campeões pela primeira vez em 20 anos. Apoiado pelo fundo soberano saudita, o Newcastle também está pensando em expandir o seu estádio, o que poderia levar a capacidade do St. James’ para 65 mil.

Bramley Moore Dock (Liverpool, 53.000)

Único estádio inglês ainda a ser inaugurado, a nova casa do Everton deverá ser concluída em 2024. A inclusão na candidatura foi uma grande surpresa, por superar a concorrência do Anfield Rose, do Liverpool, que fica a apenas três quilômetros de distância.

Hampden Park (Glasgow, Escócia, 52.000)

Lar do futebol escocês, o Hampden Park, em Glasgow, já foi palco duas vezes de finais da Liga dos Campeões da Europa. Também sediou quatro jogos da Euro 2020, mas com multidões limitadas a apenas 12 mil devido às restrições do coronavírus.

Principality Stadium (Cardiff, País de Gales, 74.500)

Situado no centro da cidade de Cardiff, o Principado, anteriormente conhecido como Millenium Stadium, acolheu uma série de grandes eventos de futebol e rugby nos últimos 24 anos. A Federação de Futebol do País de Gales já manifestou a esperança de que Cardiff receba o jogo de abertura do torneio.

Aviva Stadium (Dublin, Irlanda, 51.700)

O Aviva ficou de fora há dois anos, quando uma série planejada de jogos para a Euro 2020 foi cancelada devido às regulamentações mais severas da Covid na Irlanda. Sede da final da Liga Europa do próximo ano, deverá receber seis jogos do Euro 2028, incluindo as quartas-de-final.

Casement Park (Belfast, Irlanda do Norte, 34.000)

A única grande incógnita da proposta é se uma reconstrução multimilionária do local atualmente abandonado no oeste de Belfast irá finalmente obter luz verde das autoridades locais. A casa habitual da Irlanda do Norte, Windsor Park, não atinge a capacidade mínima de 30 mil pessoas.

Ainda não foi resolvido como a conta, um investimento de mais de R$ 620 milhões será dividido entre a Associação Atlética Gaélica, o governo e as autoridades do futebol local.

To Top