Economia

CPF irregular: o que é, como consultar e como regularizar a situação?

O Cadastro de Pessoas Físicas, conhecido CPF, serve como um documento de identificação dos cidadãos brasileiros. O número do CPF é único e definitivo para cada um e é atribuído pela Receita Federal, órgão responsável por gerenciar o banco de dados com essas informações.

Muito utilizado em diversas circunstâncias do dia a dia, o CPF precisa estar em situação regular – quem tem um CPF irregular pode enfrentar inúmeros transtornos, tendo problemas para abrir e movimentar contas bancárias, pedir empréstimos, emitir passaporte, prestar concursos, financiar compra e venda de imóveis, receber a aposentadoria, entre outros.

Veja abaixo o que pode resultar em um CPF irregular, como consultar a situação do cadastro frente à Receita Federal e o que fazer para regularizar o documento.

O que é CPF irregular?

Segundo a Receita Federal, se a situação cadastral de um CPF está “regular”, quer dizer que o cidadão não tem pendências em seu cadastro e não há nada a ser regularizado. No entanto, há outras situações cadastrais que indicam problemas, ou seja, indicam que o CPF está irregular. São elas:

– Pendente de regularização: indica que o contribuinte deixou de entregar alguma Declaração do Imposto Renda da Pessoa Física dos últimos cinco anos.

– Suspensa: significa que o cadastro do contribuinte está incorreto ou incompleto.

– Titular falecido: situação indica que foi informada data de falecimento no CPF.

– Cancelada: o CPF foi cancelado por duplicidade ou em virtude de decisão administrativa ou judicial.

– Nula: foi constatada fraude na inscrição e o CPF foi anulado.

Como saber se estou com o CPF irregular?

Para descobrir qual a situação cadastral do CPF de um indivíduo, é preciso realizar a consulta por meio do site da Receita, neste link. É preciso preencher os dados solicitados, fazer a verificação de segurança (Captcha) e clicar em consultar. Ao clicar, o indivíduo verá na tela o comprovante de situação cadastral, com informações como nome, número do CPF, data de nascimento, data de inscrição e, claro, situação cadastral.

Como regularizar a situação do CPF?

Cada uma das situações que indicam que um CPF está irregular deve ser tratada de uma maneira. Veja abaixo quais as orientações da Receita Federal sobre como regularizar o CPF de acordo com a situação cadastral.

Pendente de regularização

O contribuinte deverá acessar sua conta no Portal e-CAC da Receita Federal para verificar qual declaração de Imposto de Renda pode estar com pendência.

Depois de identificar qual declaração está com problema, será necessária a regularização, que pode ser feita já dentro do e-CAC, entregando uma retificação, por exemplo. O processo poderá ser mais demorado se houver necessidade de apresentação de documentos ao Fisco.

O site da Receita afirma que o CPF “ficará regular assim que a declaração for processada”. “Normalmente, no dia seguinte o problema estará resolvido”, diz o texto.

Suspensa

Neste caso, é preciso preencher o Pedido de Regularização de CPF no site da Receita Federal.

Ao confirmar as informações, se for gerado um protocolo, será preciso agendar um atendimento em uma unidade da Receita Federal para apresentar documentos ao órgão. Também é possível enviar os documentos por e-mail.

Titular falecido, cancelada ou nula

Se o CPF estiver indevidamente na situação de titular falecido, cancelada ou nula, será preciso agendar um atendimento em uma unidade da Receita Federal. É preciso levar documentos de identificação para passar pelo atendimento. O indivíduo deverá conversar com um atendente da Receita para tentar solucionar sua situação.

To Top