Economia

Para IBGE, resultado da indústria em dezembro é marcado por espalhamento entre atividades

O resultado positivo da indústria em dezembro, quando a produção avançou 1,1% ante novembro, é marcado por um espalhamento das altas entre as atividades, descreveu André Macedo, gerente da Pesquisa Industrial Mensal, divulgada nesta sexta-feira, 2, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De fato, das 25 atividades pesquisadas, 14 registraram aumento de produção, 10 mostraram queda e uma, a produção de borracha e produtos plásticos, ficou estável na comparação com o mês anterior.

Segundo Macedo, no mês e em todo o 2023, os chamados bens intermediários, que respondem por 60% da produção industrial do País, tiveram bom desempenho e puxaram o resultado do setor para cima. Em dezembro, disse Macedo, entre esse tipo de bem, o destaque foi especificamente o minério de ferro.

Para dezembro, especificamente, Macedo destacou a alta na produção de alimentos (+2,1%), puxada por carnes e derivados da soja. Ele disse que o incremento das exportações impactaram positivamente a produção do setor tanto na margem quanto no conjunto do ano.

Para além disso, ele mencionou com avanços na passagem de novembro para dezembro a produção de automóveis e motocicletas, autopeças, eletrodomésticos – sobretudo da linha marrom, mas também da linha branca – eletroportáteis e móveis.

Sobre eletrodomésticos, ele destacou um avanço na produção devido à baixa base de comparação ligada às secas na região norte nos meses anteriores, que atrapalhou o transporte de produtos por meio dos rios.

To Top