Últimas Notícias

Bloco Céu na Terra faz homenagem para Milton Nascimento, e é queridinho de turistas estrangeiros

Em Santa Teresa, na manhã deste sábado (3), foi possível ouvir muitas vozes cantando juntas músicas de carnaval no tradicional bloco Céu na Terra. Mas junto com o bom português, estava o burburinho também em outras línguas, como o inglês e o espanhol. A festa fez sucesso com os gringos, que se jogaram nas produções para conhecer e aproveitar a folia no Rio (mesmo antes dela começar oficialmente).

Criatividade: Foliões desfilam fantasias criativas no megabloco Chora Me Liga; até frase de Davi, do ‘BBB 24’, virou tema

— Estou gostando muito. Estou sozinho aqui hoje, mas fiz outros amigos gringos por aqui — diz o americano Halton Bagley, arriscando até algumas palavras em português para dar entrevista.

Essa é a primeira vez dele no carnaval carioca, apesar de seu pai ter nascido no Brasil. Já Katrine Mortensen veio da Dinamarca diretamente para a festa no Rio de Janeiro. Ela caprichou na produção e também estava conhecendo o Céu na Terra neste sábado, por meio de um amigo, Wladimir Cardoso, que é brasileiro, mas mora na Europa.

— Eu resolve trazê-la nesse bloco porque adoro Santa Teresa. Na sexta-feira (2) fomos na Pedra do Sal e outros lugares para ela conhecer — diz Wladimir sobre a estadia da amiga, que contou estar gostando da folia carioca.

Este foi o primeiro desfile no Céu na Terra, que também sai na rua no próximo dia 10 de fevereiro. E o homenageado de 2024 é especial: Milton Nascimento.

“Viva o Céu na Terra! Viva Milton!”, celebrou nas redes sociais o deputado Chico Alencar (PSOL), que esteve com a família no bloco e levou até placas para homenagear o artista.

Veja a programação: Blocos infantis no carnaval do Rio têm marchinhas, palhaços e brincadeiras neste fim de semana

A galera tentava driblar a multidão para chegar mais pertinho da música nas ladeiras de Santa Teresa, mas não teve muito jeito. Para quem ficou para trás, rolou até um som certa hora com músicas de carnaval colocadas pelos ambulantes que trabalhavam na festa. A quantidade de banheiros não deu vazão, e teve gente fazendo xixi na rua. Atrás dos foliões, garis da Comlurb já vinham limpando as ruas.

Começo cedinho

A festa começou cedinho, mas nem por isso a galera deixou a preguiça vencer e investiu nas produções. O grupo Misses Rio, por exemplo, figurinha carimbana nos carnavais do Rio há mais de 10 anos, roubou a cena em certo momento do percurso do bloco. Quem passava pelo muro onde eles estavam parava para brincar ou tirar fotos.

— Em 2022 saímos com mais de cem pessoas pelos blocos da cidade. Ficamos espalhados em vários blocos e tem homens, mulheres, crianças, é bem legal! — conta Hugo Passos, um dos foliões vestido de Miss.

Fique ligado: Carnaval é feriado? Confira os direitos trabalhistas durante os dias de folia

Já as amigas, Mirela Silva, Letícia Riccio e Maria Eduarda Torres confessam que gostariam de ter chegado um pouco mais cedo para conseguir ficar mais pertinho da música. Mesmo com atraso, deu para curtir o Céu na Terra pela primeira vez.

— Está animado! E também bem cheio e quente hoje. A sorte é que os moradores estão dando água para a gente e aí dá uma refrescada — conta Mirela.

To Top