Últimas Notícias

Autor de chacina em Sinop (MT) irá a júri popular em MT, decide Justiça

mixvale

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – A Justiça de Mato Grosso decidiu que Edgar Ricardo de Oliveira, flagrado com Ezequias Souza Ribeiro matando sete pessoas em um bar em fevereiro de 2023, irá a júri popular neste ano.

Edgar está preso sob acusação de sete homicídios qualificados, furto e roubo majorado (mediante grave ameaça). Ezequias morreu no dia 22 de fevereiro de 2023 após, segundo a Polícia Civil, ter se envolvido em um confronto com policiais militares do Bope (Batalhão de Operações Especiais).

Júri popular foi marcado para 18 de junho de 2024, com início às 08h30. A decisão, obtida pela reportagem, foi proferida pela juíza Rosângela Zacarkim dos Santos.

Magistrada manteve a prisão preventiva (por tempo indeterminado) do acusado. Para Santos, o processo segue tramitando regularmente, dentro do limite razoável, e o caso mantém a situação inalterada desde que a denúncia foi aceita contra o preso.

Defensor diz que “repercussão que esse caso ganhou prejudica a defesa”. O advogado Marcos Vinicius Borges, que representa Edgar, ainda afirmou acreditar “que tamanha celeridade na designação da sessão teve diretamente uma influência dessa repercussão”. “Mas estamos aqui fazendo a defesa não para isentar a responsabilidade de Edgar, mas sim, para lutar por uma pena justa”, concluiu.

COMO FOI O CRIME, SEGUNDO O MINISTÉRIO PÚBLICO DO MT

A denúncia do MP aponta que Edgar, com Ezequias, apostaram R$ 4 mil em jogos de sinuca. A dupla perdeu o valor para uma das vítimas, Getúlio, durante a manhã. De tarde, a dupla voltou o estabelecimento e chamou Getúlio para novas partidas e apostas em dinheiro, mas perderam novamente.

Depois, Edgar teria jogado o taco de sinuca na mesa do bar, conversou com Ezequias, que sacou uma arma de fogo e rendeu as vítimas, as encurralando na parede do bar. Enquanto isso, Edgar pegou a espingarda em uma caminhonete.

Ambos mataram sete pessoas. Duas vítimas, incluindo uma menina de 12 anos, tentaram correr, mas também foram alvejadas e morreram.

Antes de fugir, a dupla pegou o dinheiro apostado. Ezequias ainda subtraiu a bolsa com celular e os pertences de uma das sobreviventes.

QUEM SÃO AS VÍTIMAS DA CHACINA

– Getúlio Rodrigues Frazão Junior, 36

– Larissa Frazão de Almeida, 12

– Orisberto Pereira Sousa, 38

– Adriano Balbinote, 46

– Josué Ramos Tenório, 48

– Maciel Bruno de Andrade Costa, 35

– Elizeu Santos da Silva, 47

To Top