Benefícios

Concessão de benefícios do INSS com erros? Veja as melhores dicas

INSS
rafastockbr/.shutterstock.com

Concessão de benefícios do INSS com erros? Veja as melhores dicas Solicitar uma aposentadoria ou outro benefício junto ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) pode ser uma jornada repleta de incertezas. O tempo para obter a concessão varia consideravelmente entre os segurados, deixando alguns esperando por meses ou até anos, enquanto outros têm seus pedidos aprovados rapidamente.

Segundo especialistas em direito previdenciário, como João Badari e Daniela Castro, sócios de escritórios renomados, a maioria dos atrasos está relacionada a erros cometidos pelos próprios solicitantes, e não à lentidão do INSS em analisar os pedidos.

Badari e Castro destacam os 11 principais equívocos que os segurados cometem ao solicitar sua aposentadoria, pensão por morte ou benefício por incapacidade. Essas informações são cruciais para quem busca garantir uma tramitação eficiente e sem contratempos.

Documentação Incompleta:
Muitos pedidos são prejudicados devido à falta de documentos essenciais, como nos casos de aposentadoria rural, conversão de período especial e pensão por morte.

Preenchimento Incorreto do PPP:
O Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP) deve ser preenchido corretamente, pois é crucial para comprovar a exposição a agentes nocivos.

CNIS com Divergências:
Problemas com o Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), como datas incorretas ou contribuições não registradas, são comuns e podem impactar negativamente o pedido.

Ação Trabalhista:
Nem sempre uma ação trabalhista garante direitos previdenciários, mas pode ser um indício importante e deve ser acompanhada de perto.

Benefício por Incapacidade:
A doença em si não garante o benefício por incapacidade; é a incapacidade de trabalhar que deve ser comprovada.

Auxílio-Doença Emergencial:
Durante a pandemia, o laudo médico enviado deve atender aos requisitos do INSS para evitar indeferimentos.

Sincronia entre Receita e INSS:
Verifique se seus dados estão corretos tanto no INSS quanto na Receita Federal para evitar problemas na solicitação do benefício.

Certidão do Tempo de Contribuição:
Solicite a Certidão do Tempo de Contribuição com antecedência, pois a emissão pode levar tempo.

Seja Breve no Pedido:
Ao enviar o pedido, seja claro e conciso, detalhando apenas informações relevantes.

Período de Graça:
Alguns benefícios podem ser negados devido ao não reconhecimento do período de graça, durante o qual o segurado não contribui para o INSS, mas ainda é considerado segurado.

Ouvidoria do INSS e Poder Judiciário:
Caso o benefício não seja analisado dentro do prazo legal de 45 dias, é possível reclamar na ouvidoria do INSS ou recorrer ao Poder Judiciário.

Evitar esses erros pode agilizar o processo de concessão de benefícios do INSS e garantir que os direitos previdenciários sejam devidamente reconhecidos.

To Top