Últimas Notícias

Rappers israelenses pedem a morte de Dua Lipa, Bella Hadid e Mia Khalifa em canção que foi para o topo das paradas

mixvale

Uma dupla de rap israelense pediu a morte de Dua Lipa, Bella Hadid e Mia Khalifa em uma música que alcançou o topo das paradas em Israel. A canção em estilo drill, que os artistas Ness e Stilla disseram ter gravado como um “hino de guerra”, dividiu o país devido ao seu apoio à ação militar na Faixa de Gaza após os ataques do Hamas em 7 de outubro, informa o jornal inglês “The Independent”

A música acumulou mais de 18 milhões de visualizações no YouTube desde que foi lançada em 14 de novembro do ano passado.

“Harbu Darbu”, que significa “fazer chover o inferno sobre o oponente”, na gíria hebraica é originalmente derivado das palavras árabes para “caos” e “ataque de guerra”.

A intenção era fazer um hino patriótico para levantar o moral das tropas, segundo os artistas. Com o dedo médio levantado, os rappers convocam as Forças de Defesa de Israel (IDF) para atacar a cantora Dua Lipa, a supermodelo Bella Hadid e a ex-criadora de conteúdo adulto Mia Khalifa.

A canção apela às FDI para “fazer chover uma tempestade” e “atacar” uma lista de indivíduos, incluindo as mulheres que apoiaram a causa palestiniana ou apelaram por um cessar-fogo.

Nessya Levi (Ness), 21 anos, metade da dupla comemora os ataques aéreos israelenses em Gaza dizendo: “Prepare-se porque aí vem a força aérea. Você pode sentir os tremores até Tel Aviv”.

Enquanto isso, Dor Soroker (Stilla), 25 anos, refere-se aos “filhos de Amaleque”, uma referência bíblica controversa também feita pelo Presidente Benjamin Netanyahu, que o Tribunal Internacional de Justiça considerou que poderia ser considerada “plausível” de intenção genocida. Soroker defendeu a letra e diz que recebeu ameaças de morte como resultado.

“Eles nos fizeram parecer um bando de fascistas judeus que querem matar árabes”, disse ele em entrevista ao site “Ynet”. “Estamos representando o país e essa música levanta o moral, então aceitaremos as ameaças. Vale a pena.”

A letra da canção também cita Mohammed Deif, chefe das brigadas al-Qassam do Hamas, bem como o que parece ser uma referência racializada aos palestinos. A referência completa é traduzida da seguinte forma:

Todas as unidades das FDI estão vindo para fazer Harbu Darbu de cabeça para baixo.

Outro “X” no rifle (porque todo cachorro receberá o que merece)

Espere até deixarmos cair como chuva em vocês, vadias. Todos que planejaram, apoiaram, executaram, assassinaram. Estão encrencadas. Você ouve?

Nasrallah. Mohammed Deif. Haniyeh. Abu Baklawa. Bela Hadid. Dua Lipa. Mia Khalifa.

Todo cachorro receberá o que merece.

Todas as unidades das FDI estão em condições de colocar a guerra e a dor em sua cabeça.

O “Independent” entrou em contato com representantes de Ness e Stilla, Mia Khalifa, Bella Hadid e Dua Lipa, mas não teve resposta a tenpo da publicação da reportagem.

To Top