Últimas Notícias

Caixa começa a pagar Bolsa Família e Auxílio Gás de fevereiro; veja calendário e quem recebe

mixvale

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A Caixa Econômica Federal inicia nesta sexta-feira (16) o pagamento do Bolsa Família de fevereiro. Ao todo, cerca de 20 milhões devem ser beneficiadas com a renda, que tem valor mínimo de R$ 600.

O banco público paga ainda o Auxílio Gás no valor de R$ 102. O benefício é liberado a cada dois meses e tem como base o valor médio de referência do botijão de gás de 13 quilos medido pela ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) nos últimos seis meses.

O pagamento do Bolsa Família e do Auxílio Gás começa pelos beneficiários que têm NIS (Número de Identificação Social) com final 1. O calendário segue até o dia 29 de fevereiro, quando cairá na conta o dinheiro para os cidadãos cujo NIS tem final zero.

Os valores podem ser sacados nos caixas eletrônicos da Caixa ou nas lotéricas, além do Caixa Tem. As informações sobre o benefício podem ser consultadas no app do Bolsa Família e do Caixa Tem ou pelo telefone 111.

O cartão do Bolsa Família pode ser usado para fazer compras no débito. Quem movimenta o benefício pelo Caixa Tem pode pagar contas, fazer Pix, realizar transferências, sacar o dinheiro e fazer compras em estabelecimentos conveniados com a geração do QR Code.

VEJA O CALENDÁRIO DE PAGAMENTO DO BOLSA FAMÍLIA EM FEVEREIRO DE 2024

Final do NIS – Data de pagamento

1 – 16/02

2 – 19/02

3 – 20/02

4 – 21/02

5 – 22/02

6 – 23/02

7 – 26/02

8 – 27/02

9 – 28/02

0 – 29/02

QUEM TEM DIREITO AO BOLSA FAMÍLIA?

É preciso estar cadastrado no CadÚnico, com dados atualizados nos últimos dois anos, e ter renda familiar por pessoa de até R$ 218 mensais. O valor é calculado somando os rendimentos de todas as pessoas que moram na mesma casa, sejam elas pais, cônjuges, companheiros, filhos, enteados ou irmãos.

O cálculo não inclui indenizações de danos materiais ou morais, benefícios pagos pelo poder público de forma temporária e quantias recebidas em programas de transferência de renda como o próprio Bolsa Família e o auxílio-gás.

QUAIS AS REGRAS PARA RECEBER O BOLSA FAMÍLIA?

Além do valor mínimo de R$ 218, os beneficiários devem atender a condições nas áreas de saúde e educação.

É preciso:

Realizar acompanhamento pré-natal, no caso de gestantes;

Acompanhar o calendário nacional de vacinação;

Acompanhar o estado nutricional de crianças menores de 7 anos;

Manter frequência escolar mínima de 60% para crianças de 4 e 5 anos, e de 75% para a faixa etária de 6 a 18 anos incompletos que não tenham concluído a educação básica.

Ao matricular a criança na escola e ao vaciná-lo no posto de saúde, a família precisa informar que é beneficiária do Bolsa Família.

COMO É O PAGAMENTO DO BENEFÍCIO?

O valor é disponibilizado pela Caixa, através do aplicativo Caixa Tem. Nele, é possível fazer a movimentação do dinheiro sem que seja necessário ir a uma agência –ou seja, o cidadão pode usá-lo para comprar de forma online, pagar contas, fazer transferências por Pix, entre outras funções.

Para sacar o benefício, é preciso ir até caixas eletrônicos, lotéricas, nos correspondentes Caixa Aqui e agências do banco.

O beneficiário também tem acesso ao valor por meio do cartão do Bolsa Família ou Cartão do Cidadão.

O QUE É O AUXÍLIO GÁS E QUEM RECEBE O BENEFÍCIO?

O programa Auxílio Gás, também chamado de vale-gás, é um benefício concedido a famílias que estão no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal) e foi criado para diminuir o impacto do preço do gás no orçamento das pessoas de baixa renda.

O programa foi lançado em 2021 e repassa a cada dois meses o valor equivalente à média do preço nacional de um botijão de 13 kg de GLP (gás liquefeito de petróleo), calculado pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Recebe o auxílio a família inscrita no CadÚnico que esteja em situação de extrema pobreza. Ao todo, são cerca de 5,5 milhões de beneficiários.

To Top