Benefícios

Entenda o período de graça para quem já pagou o INSS

meu inss celular aposentadoria previdencia social
rafastockbr / Shutterstock.com

Entenda o período de graça para quem já pagou o INSS Para muitos brasileiros, interromper as contribuições ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) pode parecer o fim da linha para o acesso a benefícios futuros. No entanto, existe uma salvaguarda conhecida como “período de graça”, que permite aos segurados manterem seus direitos previdenciários durante um intervalo específico sem contribuições. Este mecanismo é crucial para quem enfrenta desafios temporários, como desemprego ou mudanças de carreira.

O que é o Período de Graça? O período de graça é uma janela temporal durante a qual os contribuintes do INSS continuam cobertos pelos benefícios previdenciários, apesar de não realizarem novas contribuições. Dependendo das circunstâncias individuais do segurado, essa janela pode variar de 3 a 36 meses, com uma possível extensão de 45 dias.

Importância do Período de Graça Este período proporciona uma oportunidade valiosa para os contribuintes planejarem o retorno às contribuições regulares sem perder o acesso a benefícios como aposentadoria, auxílio-doença, entre outros. A flexibilidade do período de graça permite que os segurados se reorganizem financeiramente antes de retomar as contribuições.

Como Retomar as Contribuições Após o término do período de graça, é essencial reiniciar as contribuições para manter a condição de segurado do INSS. Para os empregados, as contribuições são recolhidas automaticamente pelos empregadores. Para os desempregados ou autônomos, a opção é se inscrever como segurado facultativo e escolher a faixa de contribuição que melhor se adapta às suas possibilidades.

Procedimentos para a Contribuição Os contribuintes podem gerar as guias de contribuição utilizando o Sistema de Acréscimos Legais (SAL) da Receita Federal. Este sistema facilita o preenchimento das guias de pagamento e é acessível pela internet, simplificando o processo de manutenção da regularidade junto ao INSS.

Consulta ao Extrato de Contribuição Para acompanhar os vínculos e contribuições, é possível emitir o Extrato de Contribuição (CNIS) pelo site do INSS. Este documento fornece um histórico detalhado das contribuições e é fundamental para planejar a retomada das contribuições ou a entrada em benefícios.

Consultoria Especializada Para garantir uma transição suave e o planejamento adequado, pode ser benéfico consultar um advogado especializado em Direito Previdenciário. Este profissional pode oferecer orientações precisas sobre o melhor momento para retomar as contribuições e maximizar os benefícios.

A compreensão do período de graça e a organização para retomar as contribuições de forma estratégica são essenciais para garantir a segurança previdenciária no futuro.

Saiba tudo sobre o Meu INSS

O Meu INSS é uma ferramenta criada para dar maior facilidade à vida do cidadão. Pode ser acessada pela internet do seu computador ou pelo seu próprio telefone celular (Android e IOS).

Para conhecer, digite o endereço gov.br/meuinss ou instale o aplicativo Meu INSS no seu celular, e tenha acesso a mais de 90 serviços oferecidos pelo INSS, sem sair de casa.

É a Agência da Previdência Social na palma da sua mão!

Para utilizar esses serviços é necessário se cadastrar e obter senha, no próprio site ou aplicativo.Meu INSS

Cadastre-se!

 Para usar o Meu INSS, você deve ter uma conta ativa no gov.br

Com um único usuário e senha, você pode utilizar todos os serviços públicos digitais que também estejam no gov.br.

Para fazer o cadastro é preciso CPF, nome completo, data de nascimento e responder algumas perguntas do seu cadastro junto ao INSS. 

To Top