Economia

TCU deve definir, em 30 dias, inclusão de regionais na concessão de Guarulhos, diz Costa Filho

O ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, afirmou nesta quinta-feira, 25, que espera que o Tribunal de Contas da União (TCU) finalize, em até 30 dias, a posição sobre a repactuação da concessão do Aeroporto de Guarulhos. O objetivo é incluir no contrato a responsabilidade por aeroportos regionais, parte da política defendida por Costa Filho para desenvolver a aviação regional.

“Nós pudemos, através do TCU, anunciar mais 80 aeroportos entre novos e requalificados através das atuais concessionárias. Vamos trocar outorgar, trocar prazos e isso será um gol para o País, que vai aumentar a melhoria da aviação regional”, disse em evento realizado em Brasília.

Segundo o ministro, após a definição sobre Guarulhos, há expectativa de finalização das tratativas para repactuações dos contratos de Viracopos (SP), Inframérica (DF) e Galeão (RJ).

“Temos outros que estamos esperando. Depois que Guarulhos avançar, a partir daí a gente criar um diálogo permanente, um desenho mais objetivo de como vai se dar essa formatação”, informou o ministro a jornalistas após o evento.

Ainda segundo Costa Filho, todas as atuais 12 concessionárias vão poder pleitear a possibilidade de assumir os aeroportos regionais e, em troca, ter prorrogação de tempo de exploração.

To Top