Esporte

Kahn sai em defesa de Neuer após falha contra o Real Madrid: ‘Parte da vida brutal de goleiro’

Um dos melhores do mundo, o ex-goleiro Oliver Kahn brilhou com a camisa do Bayern de Munique, foi dirigente do clube e esteve no Santiago Bernabéu na quarta-feira para acompanhar o duelo com o Real Madrid, vencido pelos merengues após falha de Manuel Neuer pela semifinal da Liga dos Campeões. Muitos jornais compararam o lance ao erro de Kahn na final da Copa do Mundo de 2002 contra o Brasil, e ele fez questão de poupar o experiente jogador de Thomas Tuchel.

Contra a seleção brasileira, após entrar em campo considerado o melhor jogador da Copa do Mundo, Kahn soltou chute de longe de Rivaldo nos pés de Ronaldo. No Santiago Bernabéu, Neuer não segurou a finalização de Vini Jr. e Joselu empatou. Depois, ainda anotaria o gol da vitória por 2 a 1.

“Em 2002 ainda tínhamos tempo (o Brasil abriu 1 a 0 antes de Ronaldo definir com outro gol). Infelizmente, Manuel cometeu o erro aos 88 minutos”, lamentou Kahn, lembrando que o Bayern tinha a vaga na mão.

“Antes disso, ele fez grandes defesas. Isso faz parte da vida brutal do goleiro”, continuou Kahn, que por muitos anos carregou o peso da perda do título nas costas. “Mas Manuel tem experiência suficiente para lidar com isso. O Bayern esteve perto e sinto muito pelos meninos.”

Neuer vinha sendo o herói do Bayern em Madri, ao lado de Davies, autor do gol dos bávaros. O goleiro vinha empilhando defesas difíceis e salvando o Bayern de Munique. Mas um bola na qual bateu em seu peito e ele não conseguiu segurar, acabou custando a vaga na decisão com o Borussia Dortmund.

Apesar de um erro do auxiliar ter custado o empate no fim, e ter irritado muitos jogadores do Bayern de Munique – o bandeirinha assumiu o erro ao anotar impedimento -, o CEO do Bayern de Munique, Jan-Christian Dreesen preferiu exaltar a luta da equipe em Madri.

“Foi uma derrota dolorosa. A equipe deu de tudo, se sacrificou e lutou muito”, afirmou. “Já sofremos derrotas dolorosas antes, mas o que distingue o Bayern de Munique dos outros é que voltamos mais fortes depois dessas derrotas.”

To Top