Economia

Suzano: Lucro líquido chega a R$ 220 milhões no primeiro trimestre de 2024, queda de 96% ante o primeiro trimestre do ano passado

O lucro líquido da Suzano no primeiro trimestre de 2024 somou R$ 220 milhões, o que representa uma queda de 96% ante o mesmo período de 2023 e recuo de 95% no intervalo sequencial, informou a companhia em seu balanço divulgado na noite desta quinta-feira, 09.

De acordo com a Suzano, o lucro foi menor no intervalo trimestral em função, principalmente, da variação negativa no resultado financeiro, por sua vez explicada pelo impacto negativo da desvalorização cambial sobre a dívida e operações com derivativos (em contrapartida ao resultado positivo observado no trimestre anterior).

“Adicionalmente, a ausência da reavaliação do ativo biológico e a redução da receita líquida contribuíram para a queda no lucro líquido”, afirmou a empresa no balanço.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado da Suzano atingiu R$ 4,558 bilhões no primeiro trimestre de 2024. O valor é 26% menor na comparação anual e representa uma recuperação de 1% no intervalo trimestral.

Para justificar o recuo do Ebitda em relação ao mesmo período de 2023, a Suzano cita o menor preço médio líquido da celulose em dólar (-14%), o menor preço médio líquido do papel em reais (-9%), a desvalorização do USD médio frente ao BRL médio (-5%) e maior SG&A (despesa geral e administrativa, em português) base caixa (+21%), sobretudo por maiores despesas administrativas decorrente principalmente de maiores gastos com pessoal (remuneração variável).

Quanto à receita líquida, o resultado da Suzano foi de R$ 9,459 bilhões. O valor representa queda de 16% na comparação anual e recuo de 9% ante os três meses imediatamente anteriores.

To Top