Últimas Notícias

Brian Wilson, dos Beach Boys, ficará sob tutela após diagnóstico de demência

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A Justiça americana determinou na quinta-feira (10) que Brian Wilson, fundador e líder da banda Beach Boys, ficará sob tutela após receber um diagnóstico de demência.

O juiz Gus T May, do tribunal superior de Los Angeles, nos Estados Unidos, aprovou a petição apresentada pela família e círculo íntimo de Wilson, de 81 anos, após a morte de sua esposa Melinda Ledbetter Wilson em janeiro, segundo o portal The Guardian.

Segundo a publicação, Wilson consente com o acordo e não tem capacidade para tomar decisões sobre cuidados de saúde.

A tutela do artista foi delegada a Jean Sievers e LeeAnn Hard, colegas que trabalham na gestão da carreira de Wilson há anos. A justiça estipulou que a dupla deve consultar os sete filhos de Wilson sobre todas as decisões relacionadas à saúde do artista.

Uma declaração médica apresentada com uma petição de fevereiro dizia que Wilson tem um distúrbio neurocognitivo grave, está tomando medicamentos para demência e é incapaz de suprir suas próprias necessidades pessoais de saúde física, alimentação, roupas ou abrigo.

Segundo o The Guardian, um relatório escrito por Robert Frank Cipriano, advogado nomeado pelo tribunal para representar os interesses de Wilson, teria dito que o artista vivia bem, em Beverly Hilss, com duas filhas e um cuidador.

O artista, segundo o documento, pode se locomover com ajuda e tem noção de quem ele é, onde está e quando está, mas não conseguia nomear os filhos com exatidão.

Brian Wilson já estava sob tutela desde 1992. Jerome Billet, tutor atribuído por um tribunal após o músico enfrentar problemas com colapsos nervosos e alucinações, foi processado pelo artista após supostamente lidar mal com um processo entre Wilson e Mike Love, outro membro dos Beach Boys.

A partir de 1995, Wilson passou a ter como tutora sua mulher, Melinda Ledbetter Wilson.

To Top