Benefícios

Programa Pé de Meia: novo incentivo do governo para estudantes de ensino médio

Pe de Meia
Reprodução Site da Caixa

Em uma iniciativa para combater a evasão escolar e apoiar a educação no Brasil, o governo liderado pelo presidente Lula lançou o programa Pé de Meia. O projeto é focado em estudantes do ensino médio em situação de vulnerabilidade, oferecendo um bônus de R$ 200 para incentivar a matrícula e a permanência nas escolas.

Distribuição e Benefícios

O auxílio é distribuído de acordo com o mês de aniversário dos estudantes. A Caixa Econômica Federal é responsável pela abertura automática de contas digitais para os beneficiários, facilitando o acesso ao recurso financeiro.

Cobertura e Elegibilidade

O Pé de Meia atende estudantes de 14 a 24 anos, matriculados no ensino médio público e no Educação de Jovens e Adultos (EJA). O programa visa beneficiar cerca de 2,5 milhões de alunos, focando em jovens de famílias cadastradas no Cadastro Único (CadÚnico), embora não inclua estudantes de famílias unipessoais beneficiárias do Bolsa Família.

Objetivos e Impacto Esperado

O objetivo principal é reduzir a evasão escolar, oferecendo um estímulo financeiro que encoraje os alunos a prosseguirem com seus estudos. A intenção é apoiar aqueles que enfrentam desafios econômicos, contribuindo para o progresso educacional e uma sociedade mais equitativa.

Inscrições e Mais Informações

Os interessados devem seguir as orientações para inscrição disponíveis no site do MEC. As inscrições seguem um calendário estruturado, com datas determinadas para cada grupo de aniversariantes.

O programa Pé de Meia representa um passo significativo do governo para fortalecer o suporte educacional oferecido aos jovens, buscando um futuro melhor para os estudantes e para a nação.

O Pé-de-Meia é um programa de incentivo financeiro-educacional, na modalidade de poupança, destinado a promover a permanência e a conclusão escolar de estudantes matriculados no ensino médio público. Por meio do incentivo à permanência escolar, o programa quer democratizar o acesso e reduzir a desigualdade social entre os jovens do ensino médio, além de promover mais inclusão social pela educação, estimulando a mobilidade social. 

O Pé-de-Meia prevê o pagamento de incentivo mensal de R$ 200, que podem ser sacados em qualquer momento, mais depósitos de R$ 1.000 ao final de cada ano concluído, que o estudante só pode retirar da poupança após se formar no ensino médio. Considerando as dez parcelas de incentivo, os depósitos anuais e, ainda, o adicional de R$ 200 pela participação no Enem, os valores chegam a R$ 9.200 por aluno. 

To Top