Esporte

F-1 e FIA chegam a ‘acordo de paz’ e prometem união por melhores resultados para a categoria

A Fórmula 1 e a Federação Internacional de Automobilismo (FIA), enfim, parecem ter encontrado a paz e prometem um trabalho em sintonia daqui para frente. Um comunicado em conjunto, divulgado pela FIA nesta quarta-feira, anunciou que as duas partes estão trabalhando para entregar os melhores resultados para a categoria.

“O Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA nunca foi tão forte e está crescendo globalmente. A FIA e a Fórmula 1 estão comprometidas em entregar os melhores resultados para todo o esporte”, diz parte do trecho do comunicado.

O texto reforça que as duas entidades estão com a intenção de atuar no sentido de fortalecer a implementação de novidades daqui para frente. “Para esse fim, ambas as partes estão desenvolvendo um novo plano estratégico que nos permitirá aproveitar as oportunidades e aumentar ainda mais o potencial da F-1 nos próximos anos”, complementa a nota no site.

O presidente da FIA, Mohammed Ben Sulayem, disse no início deste mês que seu relacionamento com o CEO da F-1, Stefano Domenicali, “nunca foi melhor” e afirmou que os dois estavam trabalhando para fortalecer ainda mais uma aliança.

No entanto, desde que Ben Sulayem assumiu o comando da FIA, após o polêmico final da temporada 2021 no GP de Abu Dabi (na disputa entre Lewis Hamilton e Max Verstappen), as relações ficaram estremecidas. As questões vão desde a proibição imposta pelo mandatário quanto à proibição dos pilotos de usarem joias enquanto estiverem pilotando até as restrições quanto a declarações políticas. Contra ele, existia ainda a crença de que as finanças da entidade teriam sido colocadas em risco.

To Top