Últimas Notícias

Produtora explica por que turnês de Ivete e Ludmilla foram canceladas: ‘Decisão unilateral’

A produtora 30e — responsável pelas megaturnês que Ivete Sangalo e Ludmilla fariam, separadamente, pelo país neste ano —afirma que a decisão pelo cancelamento dos shows partiu única e exclusivamente das artistas. A empresa ressalta, por meio de comunicado, que foi pega de surpresa pela notícia nesta quarta-feira (15), quando ambas divulgaram a informação por meio das redes sociais. “A produtora lamenta, mas respeita a decisão unilateral das artistas e esclarece que, em nenhum momento, avaliou o cancelamento das duas turnês”, comunica a 30e.

Leia mais: ‘Amor com jeito de virada’ — entenda por que Paula Toller processou Fernando Haddad

Veja também: Qual o nome do bebê de Viih Tube e Eliezer? Segundo filho do casal é um menino

As cantoras, por outro lado, alegam que a produtora não forneceu as condições necessárias, e previstas em contrato, para que os shows pudessem acontecer em segurança. Nas redes sociais, parte do público vinha reclamando que os ingressos tinham preços elevados, o que vinha gerando baixa vendagem. Ludmilla celebraria uma década de carreira com uma série de apresentações em arenas e estádios de 19 cidades, com ingressos a partir de R$ 245. Já Ivete Sangalo comemoraria os 30 anos de carreira com a turnê A Festa, por 30 cidades, com entradas a R$ 690, a inteira.

A produtora afirma que propôs para Ivete Sangalo uma “readequação” do tamanho turnê, diante da referida situação. “Em relação à turnê ‘A festa’, por questões de demanda, a empresa propôs à artista e sua equipe uma readequação da estrutura e produção e foi surpreendida com o comunicado publicado. Já em relação à turnê ‘Ludmilla In The House Tour’, não houve nenhuma negociação anterior à decisão exclusiva da artista e seu comunicado”, esclareceu a empresa, que divulgará “o mais breve possível” os procedimentos relacionados ao reembolso para quem já havia adquirido ingresso.

To Top