Brasil

Risco de inundações no Rio Grande do Sul neste sábado (18)

Chuvas Rio Grande do Sul
Foto: Reprodução/RBS TV

Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres (Cemaden) emite alerta de risco muito alto para inundações e deslizamentos no estado O Rio Grande do Sul enfrenta um alerta de risco muito alto para danos hidrológicos e geológicos neste sábado (18), conforme divulgado pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres (Cemaden) na sexta-feira (17). Este alerta se deve às intensas chuvas que afetam a região, elevando os riscos de inundações e deslizamentos de terra.

Regiões Atingidas e Impactos Esperados

As regiões Centro-Oriental, Sudeste Rio-Grandense e Metropolitana de Porto Alegre são as mais afetadas, com possibilidade de inundações e alagamentos. A previsão é que o norte do estado registre os maiores acumulados de chuva, principalmente nas cabeceiras dos rios Taquari, Alto Jacuí e Uruguai.

Outros Estados em Alerta:

  • Santa Catarina
  • Paraná

Ambos os estados também devem enfrentar temporais devido ao avanço da frente fria, com previsão de chuvas intensas e possibilidade de queda de granizo.

Detalhes dos Alerta Hidrológico e Geológico

Risco Hidrológico:

  • 🔴 Risco muito alto: Inundações nas mesorregiões Centro-Oriental, Sudeste Rio-Grandense e Metropolitana de Porto Alegre.
  • 🟠 Risco moderado: Inundações na mesorregião Nordeste Rio-Grandense.

Risco Geológico:

  • 🔴 Risco muito alto: Deslizamentos de terra na Serra Gaúcha e na região Metropolitana de Porto Alegre.

Previsão do Tempo e Consequências

Segundo Maria Clara Sassaki, especialista em meteorologia da Climatempo, as chuvas se intensificarão principalmente no norte do estado. A previsão é de acumulados de até 50 milímetros por dia, com ventos de até 60 km/h. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de “perigo potencial” abrangendo o norte do Rio Grande do Sul, todo o estado de Santa Catarina e o sudoeste do Paraná.

Expectativa de Deslizamentos e Inundações:

  • Guaíba em Porto Alegre: Nível ficou abaixo de 5 metros, mas ainda em alerta.
  • Lagoa dos Patos: Subiu 30 centímetros em 48 horas, inundando mais áreas no sul do estado.

Preparativos e Recomendações

A população das áreas afetadas deve ficar atenta às atualizações dos órgãos oficiais e seguir as recomendações de segurança. Ações preventivas incluem:

  • Evitar áreas de risco.
  • Seguir orientações das autoridades locais.
  • Estar preparado para evacuações se necessário.

Dia de Calor no Sudeste

Enquanto o Sul enfrenta chuvas intensas, o Sudeste e parte do Centro-Oeste do Brasil continuarão sob efeito de um bloqueio atmosférico, com temperaturas em elevação. São Paulo e Belo Horizonte podem registrar máximas de 30°C, enquanto no Rio de Janeiro os termômetros podem chegar a 36°C.

To Top