Últimas Notícias

Como ‘Bad Boys 4’ exorciza tapa de Will Smith e o transforma em piada pop

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – “Bad Boys: Até o Fim”, quarto filme da franquia em que Will Smith interpreta um policial brincalhão ao lado de Martin Lawrence, estreou na semana passada. Mas não foram só as cenas de ação que estão chamando a atenção do público.

No longa, Marcus, o policial vivido por Lawrence, estapeia sua dupla para que ele acorde para a realidade –não uma, mas várias vezes durante as quase duas horas de filme.

É difícil não voltar automaticamente ao dia 27 março de 2022 ao ver a mão de Lawrence no rosto de Smith. Naquela noite, a estrela de “Um Maluco no Pedaço” e “MIB: Homens de Preto” deu um tapa no comediante Chris Rock durante a cerimônia do Oscar, quando o apresentador fez uma piada com a mulher de Smith, Jada, que tem alopesia –condição autoimune associada à queda de cabelos e pelos do corpo.

A tentativa de transformar o tapa de Smith em uma piada pop dividiu opiniões, especialmente porque alguns filmes nos quais o ator participava foram interrompidos logo após o incidente na maior premiação do cinema. “Bad Boys: Até o Fim” foi um deles.

O Daily Beast chamou as cenas de “piada de mau gosto”, enquanto a Variety classificou os tapas entre policiais como um “exorcismo pop”. “É punir Smith, zombar cruelmente de sua transgressão e, talvez, no processo, permitir que ele saia da combra dela”, escreveu o crítico Owen Gleiberman.

“Nos últimos anos, me vi obrigado a aceitar meus defeitos e aprender a me amar um pouco mais como pessoa imperfeita”, disse Smith a um jornalista durante a turnê de divulgação do filme na Espanha, segundo o El Pais.

“Bad Boys: Até o Fim” é a primeira grande estreia de Smith depois do tapa em Rock e, até agora, parece mostrar que a carreira do ator sobreviveu ao Oscar de 2022. O filme liderou a bilheteria americana nesse final de semana e arrecadou US$ 56 milhões, cerca de R$ 296,4 milhões. No resto do mundo, o longa fecha o domingo com quase o dobro, US$ 104,6 milhões, R$ 553,7 milhões.

Antes do tapa, os filmes de Smith eram sinônimo de salas de cinema movimentadas. “Aladdin”, live-action do clássico da Disney lançado em 2019, arrecadou US$ 1 bilhão, cerca de R$ 5,55 bilhões, e “Bad Boys 3”, de 2020, US$ 425 milhões, R$ 2,24 bilhões.

To Top