Benefícios

Auxílio-Doença: INSS pode liberar pagamento de R$ 2.200 em afastamentos

Doença INSS Previdência
docent/Shutterstock.com

Auxílio-Doença: INSS pode liberar pagamento de R$ 2.200 em afastamentos O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) anunciou a liberação de um pagamento de até R$ 2.200 para beneficiários do auxílio-doença. Esse benefício é fundamental para trabalhadores que se encontram temporariamente incapacitados devido a problemas de saúde, garantindo suporte financeiro durante o período de recuperação.

Como Funciona o Auxílio-Doença?

O auxílio-doença é um benefício concedido pelo INSS a trabalhadores que, por motivo de doença ou acidente, estão temporariamente incapazes de exercer suas atividades laborais. Até o 15º dia de afastamento, o pagamento é responsabilidade do empregador. A partir do 16º dia, o INSS assume o pagamento do benefício.

Não há um período mínimo ou máximo definido para receber o auxílio-doença; enquanto a perícia médica comprovar a incapacidade para o trabalho, o segurado tem direito a continuar recebendo o benefício.

Valor do Auxílio-Doença

O valor do auxílio-doença é calculado com base na média dos últimos 12 salários de contribuição do segurado, equivalendo a 91% dessa média. O benefício pode chegar até R$ 2.200,00, proporcionando um suporte financeiro significativo para aqueles que estão afastados de suas atividades laborais devido a problemas de saúde.

Como Solicitar o Auxílio-Doença no INSS?

Desde abril deste ano, o Governo Federal passou a aceitar a perícia médica pelo Atestmed para os pedidos de auxílio-doença. Essa ferramenta permite a avaliação do atestado médico sem que o trabalhador precise sair de casa para passar pelo exame médico em uma unidade do INSS.

Passo a Passo para Solicitar o Auxílio-Doença:

  1. Acesse o site ou aplicativo Meu INSS e faça login pelo Gov.br;
  2. Clique em “Novo requerimento”;
  3. Digite “Benefício por Incapacidade Temporária”;
  4. Preencha os campos necessários;
  5. Siga as orientações do próprio sistema;
  6. Em “Dados Adicionais”, informe os dados do documento médico: data de emissão e se possui o início do repouso;
  7. Escolha uma agência mais próxima para recebimento;
  8. Conclua o pedido.

Aposentadoria Especial aos 55 Anos

Além do auxílio-doença, o INSS também oferece a aposentadoria especial para trabalhadores que atuam em atividades expostas a agentes nocivos à saúde. Essa modalidade possui regras diferenciadas, permitindo que profissionais de áreas específicas possam se aposentar mais cedo devido aos riscos envolvidos em suas funções.

Quem Tem Direito à Aposentadoria Especial?

A aposentadoria especial é destinada a trabalhadores que ficam expostos a agentes nocivos que podem causar danos à saúde ao longo do tempo. As condições para concessão incluem:

  • Exposição a agentes nocivos: como produtos químicos, ruídos intensos, ou trabalhos realizados em condições insalubres.
  • Período de contribuição: 25 anos de atividade especial para risco baixo, 20 anos para risco médio, e 15 anos para risco alto.

Profissões com Direito à Aposentadoria Especial:

  • Risco Alto: Mineiros no subsolo, operadores de britadeira de rocha subterrânea, perfuradores de rochas em cavernas.
  • Risco Médio: Laminadores de chumbo, trabalhadores em túnel ou galeria alagada.
  • Risco Baixo: Aeroviários, bombeiros, dentistas, eletricistas (acima de 250 volts), enfermeiros, médicos, motoristas de ônibus e caminhão, entre outros.

O INSS oferece uma série de benefícios para apoiar trabalhadores incapacitados temporariamente ou que atuam em condições insalubres. O auxílio-doença e a aposentadoria especial são essenciais para garantir a segurança financeira e a saúde dos segurados. É fundamental que os trabalhadores estejam informados sobre seus direitos e saibam como acessar esses benefícios em momentos de necessidade.

To Top