Benefícios

Bolsa Família com o calendário até 31 de maio de 2024 por grupos de final NIS

aplicativo do bolsa familia e dinheiro
rafapress / Shutterstock.com

Bolsa Família com o calendário até 31 de maio de 2024 por grupos de final NIS A Caixa Econômica Federal começou a pagar, nesta sexta-feira (dia 17), os benefício de maio do Bolsa Família. Os primeiros a receber são os que têm o Número de Identificação Social (NIS) de final 1. O calendário deste mês se estenderá até o dia 31, sempre com a liberação dos recursos para um grupo por dia. No entanto, para os moradores de todos os municípios do Rio Grande do Sul, os pagamentos serão feitos hoje, de uma só vez.

Cerca de 21 milhões de famílias devem receber o Bolsa Família, em todo o país. Para checar sua data de pagamento, se não for gaúcho, basta conferir o cronograma abaixo:

17 de maio – final 1

20 de maio – final 2

21 de maio – final 3

22 de maio – final 4

23 de maio – final 5

24 de maio – final 6

27 de maio – final 7

28 de maio – final 8

29 de maio – final 9

31 de maio – final 0

O Bolsa Família é um benefício mínimo de R$ 600 por grupo familiar, que pode ser aumentado segundo a composição do lar. Por exemplo, famílias que têm crianças de até 6 anos recebem mais R$ 150 por cada uma. Há ainda um adicional de R$ 50 por crianças de 7 a 11 anos e adolescentes de 12 a 18 anos ou para famílias com gestantes e lactantes.

Os beneficiários podem movimentar as quantias pelo aplicativo Caixa Tem ou sacar o valor em agências da Caixa Econômica Federal, terminais de autoatendimento, casas lotéricas e via correspondentes Caixa Aqui.

Quem pode receber o Bolsa Família?

A principal regra para receber o benefício é ter renda mensal familiar de até R$ 218 por pessoa da casa. Para se enquadrar do programa, é preciso somar a renda total e dividir pelo número de pessoas. Caso o valor fique abaixo dos R$ 218, a família está elegível ao Bolsa Família.

Os beneficiários também precisam:

Manter crianças e adolescentes na escola

Fazer o acompanhamento pré-natal (no caso de gestantes)

Manter as carteiras de vacinação atualizadas

Onde se cadastrar?

Para se tornar beneficiário, é preciso se inscrever no Cadastro Único (CadÚnico) — que garante a inclusão de famílias de baixa renda em programas sociais do governo federal. A inscrição pode ser feita nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) das prefeituras.

Estar no Cadastro Único, porém, não significa a entrada automática no Bolsa Família. O cadastro é pré-requisito para que a inscrição seja avaliada.

BENEFÍCIOS DO CADASTRO ÚNICO PARA CRIANÇAS NA PRIMEIRA INFÂNCIA

  • Inclusão em programas sociais: O Cadastro Único permite que famílias de baixa renda tenham acesso a benefícios como o Bolsa Família, que proporciona uma renda mínima para suprir necessidades básicas.
  • Acesso à saúde e educação: O cadastro possibilita a inclusão em programas de assistência à saúde e educação, essenciais para o desenvolvimento integral na primeira infância.
  • Visibilidade e dados para políticas públicas: Com a coleta de dados, o governo pode elaborar e ajustar políticas públicas mais eficientes para atender essas famílias vulneráveis.

COMO SE REGISTRAR NO CADASTRO ÚNICO

  1. Verifique os Requisitos:
    • O Cadastro Único é destinado a famílias de baixa renda.
    • Critérios: Famílias com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa ou até três salários mínimos no total.
  2. Documentação Necessária:
    • Responsável pela Unidade Familiar (RF):
      • CPF ou Título de Eleitor.
      • Documento de identificação (RG, Certidão de Nascimento/Casamento, Carteira de Trabalho, etc.).
    • Demais Membros da Família:
      • Certidão de Nascimento ou Casamento.
      • CPF.
      • Carteira de Identidade (RG).
      • Carteira de Trabalho.
      • Título de Eleitor.
      • Comprovante de residência (conta de luz, água, etc.).
  3. Dirija-se ao CRAS ou Posto de Atendimento:
    • Encontre o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo ou um posto de atendimento do CadÚnico.
  4. Realize o Cadastro:
    • Leve todos os documentos necessários.
    • Informe os dados de todos os membros da família, incluindo escolaridade, situação de trabalho, renda, entre outros.
  5. Receba o Número de Identificação Social (NIS):
    • Após a inscrição, você receberá o NIS, que é necessário para acessar diversos programas sociais.
To Top